18 de out de 2010

Viúva de Chico Mendes apoia Serra



A propaganda eleitoral gratuita na TV do presidenciável José Serra (PSDB) na tarde deste domingo (17) apresentou um depoimento de Ilzamar Mendes, viúva de Chico Mendes. Ilzamar pediu apoio "aos meus amigos do Acre e ao povo do Brasil", para que votassem em Serra, porque ele "representa a causa ambiental, a grande bandeira de luta de Chico Mendes".

Outros personagens do horário político de Serra foram pastores de igrejas evangélicas. José Wellington Bezerra afirmou que via em Serra "um homem capaz de administrar bem a nossa nação", enquanto Silas Malafaia disse que para o "Brasil continuar a avançar", o eleitor teria que escolher Serra.

A campanha tucana destacou, no início do programa, a riqueza da biodiversidade brasileira. O locutor lembrou que o Brasil é o primeiro produtor mundial em café, suco de laranja, carne e cana-de-açúcar. E ressaltou: "O combate à miséria deve ser a nossa principal tarefa".

A campanha apresentou ainda dados sobre água encanada e criticou o PT. O narrador dizia: "no Brasil de hoje, 12 milhões de casas não têm água encanada. São 42 milhões de brasileiros sem água encanada". A situação pior é no Nordeste e Norte. "E o governo da Dilma não fez nada para mudar isso", completou o locutor.

Dilma Rousseff

O programa eleitoral da petista Dilma Rousseff na tarde deste domingo (17) voltou ao tema da privatização de empresas estatais. A narração criticou a venda de empresas públicas brasileiras, como a Vale, a Telebrás e a Light, afirmando que o candidato adversário José Serra e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso eram os responsáveis. "Juntos, eles venderam dezenas de empresas brasileiras", disse o narrador. E completou: "e agora, estão querendo voltar ao poder já pensando em privatizar mais uma riqueza do povo brasileiro" - numa referência ao petróleo do pré-sal.

A propaganda petista destacou também a união entre o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ex-ministra Dilma, que coordenava as ações do governo em relação às classes menos favorecidas em projetos como o Bolsa Família. O programa informou que "28 milhões de pessoas saíram da miséria".

Dilma afirmou que vai ampliar o programa de Microcrédito, gerar empregos na periferia com obras de pavimentação e transportes, capacitar e "dar uma profissão a milhões de brasileiros" além de ajudar no financiamento do pequeno produtor.

O presidente Lula também apareceu no horário político gratuito. O presidente pediu para os eleitores compararem os governos e, assim, escolher um candidato. "O novo Brasil que estamos construindo distribui renda, cria mais de 14 milhões de empregos e eleva a maioria da sua população à classe média", afirmou Lula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SUPERAÇÃO: Estudante com dislexia e paralisia cerebral se forma em história

Nem mesmo o diagnóstico de paralisia cerebral, a baixa visão e a limitação motora impediram que o jovem Luiz Garcia, 30 anos, realizasse o ...