31 de mar de 2011

SE A MODA PEGA: Moradores plantam pés de banana e mandioca em buracos nas ruas


O descaso da Prefeitura de São Bento do Tocantins em relação as ruas da cidade chegou a um ponto quase de calamidade. Abraves de fotos são perceptíveis enormes buracos, alguns inclusive com placas de “proibido pescar” como forma de protesto dos moradores. Uma das fotos mostra a Rua Bartolomeu Bueno no centro da cidade que se encontra em estado de deterioração total. A rua fica a pouco mais de 500 metros da prefeitura.


Foi nela que um dos moradores resolveu plantar pés de banana e mandioca para protestar contra o descaso. A cidade é administrada pela prefeita Lafaete Milhomem (PMDB). No ano passado, Lafaete foi responsável pela gestão de R$ 5.192.399,43 recursos oriundos somente do Governo Federal. Em 2009 o município recebeu R$ 97.500,00 em recursos do Ministério das Cidades para pavimentação asfaltica com drenagem em vias públicas urbanas. A última liberação ocorreu em dezembro de 2009.


Já em 2010 foram R$ 98.200,00 vindouros também do Ministério das Cidades e com a finalidade de pavimentação e drenagem superficial urbana Outros problemas A cidade possui apenas um destacamento policial com três policiais e uma delegacia caindo os pedaços que atualmente é utilizada por uma família como casa de morada.


O teto ameaça desabar e ferir as pessoas que ali residem que são também esquecidas pelo poder público. A delegacia foi desativada há mais de oito anos por não passar por reformas e não oferecer segurança aos detentos.

30 de mar de 2011

ATENÇÃO! Este ano, o “Primeiro de Abril” será verdadeiro!


Será a sessão de (re)abertura do programa SEXTàsSEIS&½ da Fundação Cultural de Imperatriz Com o tema recorrente POP ROCK Nacional ... Bem, apareça lá: no Paço do Zuzinha


Arquimedes Milhomem

 Andrea Doria (Legião Urbana)

 Diversão (Titãs)

 O Pulso (Titãs) Neném Bragança

 Faz Parte do Meu Show (Cazuza)

 Tudo Azul (Lulu Santos)

 De Repente, a Califórnia (Lulu Santos) Isaac Levy

 Lanterna dos Afogados (Paralamas do Sucesso)

 Tempo Perdido (Legião Urbana)

 Exagerado (Cazuza) Reginaldo Parente

 Eu Queria ter uma Bomba (Barão Vermelho)

 Ideologia (Cazuza)

 Múmia (Biquíni Cavadão) Pilantropia

 Eu Gosto é de Mulher (Ultraje a Rigor)

 A Aois Passos do Paraíso (Blitz)

 Até Quando Esperar (Plebe Rude) Zeck

 Sobre o Tempo (Nenhum de Nós)

 Radio bla (Lobão)

 Uma Noite e Meia (Marina Lima) Breno franco

 Primeiros Erros (Kiko Zambianchi)

 Esse Outro Mundo (Heróis da Resistência)

 Eu Sei (Legião Urbana) Marcela Barros

 Flores (Titãs)

 Pintura Intima (Kid Abelha)

 Fullgás (Marina Lima) Ricardo Lima e Junior Antiquarius

 Refrão de Bolero (Engenheiros do Hawai)

 Camila Camilia (Nenhum de Nós)

 O Tempo Não Pára (Cazuza) Projeto Money

 Infinita Higway (Engenheiros do Hawai)

 Kamikase (Made in Brasil)

 Underground (Golpe de Estado) Jhales Castro

 Televisão (Titãs)

 O Poeta Está Vivo (Frejat)

 Pressão social (Plebe Rude) Lucas Gomes

 Codinome Beija-flor (Cazuza)

 Brasil (Cazuza)

 Lança Perfume (Rita Lee)

29 de mar de 2011

INCRÍVEL: O 14ª casamento de Gretchen, dura apenas três meses


O 14ª casamento de Gretchen, de 51 anos, terminou nesta segunda-feira. Ela e o empresário Sílvio Alves, de 30 anos, se uniram com uma mega festa em Goiânia para 400 convidados, mas nem isso serviu para manter o casamento, que durou pouco mais de três meses. A assessoria de imprensa da cantora enviou um comunicado oficial para informar a separação: "Caros colegas da imprensa, venho por meio deste, anunciar a separação da cantora Gretchen com o goiano Silvio Alves, na tarde desta segunda-feira, 28 de março de 2011. Eles se separaram em comum acordo, sem brigas e continuam se dando bem. Os dois se reservam no direito de não comentarem sobre o assunto, visando suas privacidades e de suas famílias neste momento delicado. Obrigado pelo carinho de sempre."

26 de mar de 2011

Vereador de Carrasco Bonito tem prisão decretada por roubo e formação de quadrilha


Após ter prisão temporária decretada pelo juiz Océlio Nobre atendendo pedido da Polícia Civil, o vereador de Carrasco Bonito, Emerson Martins Pereira, se encontra foragido da Justiça. O vereador é suspeito de roubo e formação de quadrilha atuando no Bico do Papagaio junto com Riquiney José da Silva, que teve prisão preventiva decretada, além de Manoel Rita de Sousa Ribeiro, José da Silva Lima, conhecido como Zé Bezerra e Brasilei da Silva Reis, o Bobo, os três últimos com prisão temporária também decretada.

A última ação da qual o grupo é suspeito, foi um assalto no dia 5 de fevereiro de 2011 no povoado Vinte Mil, ao Comercial Sousa, onde o grupo levou R$ 10 Mil do proprietário, Ezequiel Pereira da Silva. O assalto foi à mão armada e usando capuz. A policia conseguiu ainda na mesma noite capturar os suspeitos que foram ouvidos e liberados.

Não é a primeira vez que membros do grupo são presos por cometerem crimes. Zé Bezerra por exemplo, já responde por receptação de veículos e fraude contra aposentados. A policia ainda apreendeu na residência de Zé Bezerra, munição, vários cheques preenchidos e em branco, documentos e chaves de veículos, além de dinheiro.


Fonte: Jornal Folha do Bico

25 de mar de 2011

SUJEITO SEM SORTE: Taxista maranhense saca indenização milionária e perde tudo



O taxista Edilson Ribeiro Pinto Bandeira poderia falar, há dois anos e meio, que era um cidadão sortudo. Ou pelo menos que a Justiça tinha sorrido ao seu favor. Após uma ação por danos morais e materiais, ele conquistou em primeira instância uma indenização milionária do Bradesco de R$ 8,8 milhões. A indenização mudou a vida de Edison - mas não da forma como ele imaginava.

Ele nunca pagou a multa de R$ 2 mil por ter sacado a indenização

Além de não ter tocado nem em 10% desse valor, hoje Bandeira tem uma dívida estimada de aproximadamente R$ 1,6 milhão com a justiça maranhense porque ele fez um saque antecipado da primeira parcela da indenização, que foi cassada pela Justiça em segunda instância. Agora, o caso está no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em 19 de maio de 2008, Bandeira entrou com uma ação contra o Bradesco afirmando ter sido vítima de uma cobrança indevida de R$ 28 mil, ocorrida no final dos anos 1990. A dívida estaria ligada a um crédito imobiliário supostamente contraído pelo taxista em 1984 no valor de Cr$ 1.331.351,08 e, em tese, nunca pago. O taxista alega nos autos do processo que nunca fez essa dívida e que a documentação de compra e de assinatura de contratos de financiamento teriam sido forjados. Ele afirma que nunca viu ou morou nessa residência.

Em agosto de 2008, três meses após a abertura do processo, o então juiz da 6ª Vara Cível da Comarca de São Luís, Abrahão Lincoln Sauáia, concedeu indenização por danos materiais em favor do taxista. O valor da indenização, nessa decisão de agosto de 2008, foi 20 vezes superior ao valor da dívida: algo em torno de R$ 560 mil. Em outubro, porém, os advogados do taxista apresentaram novos cálculos para a indenização.

Na primeira revisão dos cálculos, essa indenização saltou para R$ 1.288.699,72. E, dias depois, o juiz Abrahão Sauáia efetuou nova revisão da dívida do Bradesco e ela pulou para R$ 8.867.801,06. O Bradesco foi julgado à revelia, por não ter apresentado, na visão do juiz, defesa em prazo hábil.

“O mérito não foi julgado. O banco não perdeu os prazos. E esse valor de indenização é irreal”, afirma o advogado Fernando Anselmo Rodrigues, do escritório Arruda Alvim & Thereza Alvim Advocacia e Consultoria Jurídica, responsável pela defesa do Bradesco.

Como nasce uma indenização

Em 3 novembro de 2008, o juiz da 6ª Vara Cível de São Luís ordenou o levantamento e penhora dos bens do Bradesco e o pagamento imediato de uma parcela da indenização, no valor de R$ 1.288.699,72, apesar de o banco não ter se manifestado. Sauáia entendeu que o caso havia sido transitado em julgado e que, para o banco, não haveria problemas em disponibilizar logo essa indenização.

“O que é notório, portanto, não precisa ser provado, é que é uma das maiores instituições financeiras privadas do mundo, com faturamento anual superior ao PIB de muitos países do 3º mundo”, justificou o juiz na ordem de pagamento ao taxista. Na decisão, o juiz ainda determinou que policiais acompanhassem funcionários da Justiça para efetuar a retirada do cheque nesse valor.

Depois, o cheque foi depositado em uma conta da 6ª Vara e o taxista efetuou o saque do valor em 14 de novembro daquele ano. A partir daí começou uma batalha jurídica pela restituição do dinheiro e pela revisão da decisão tomada em primeira instância.

A vitória do banco

Do dinheiro sacado pelo taxista, metade foi gasta com custas processuais e com pagamento de advogados. Na prática, cerca de R$ 600 mil ficaram nas mãos de Bandeira. Com o dinheiro, ele comprou uma casa em um bairro de classe média em São Luís e um automóvel para o trabalho, com valor de mercado hoje de R$ 35 mil. O restante foi doado para familiares. Para um dos irmãos, ele comprou um outro veículo e uma placa de táxi. Em São Luís, somente a placa de táxi custa em torno de R$ 20 mil.

Após ter sacado o dinheiro, o Bradesco recorreu em segunda instância alegando que não teve direito de defesa. Em 24 de novembro de 2008, o desembargador Cleones Carvalho Cunha suspendeu a decisão e ordenou que o taxista e os seus advogados devolvessem o valor sacado. Em 2010, em uma das fases do processo, o Bradesco também conseguiu o bloqueio das contas do advogado Francisco Xavier de Souza Filho, que defende o taxista, de seus colegas de escritório e do próprio taxista.

A multa diária por descumprimento da decisão de devolver o dinheiro é de R$ 2 mil – dinheiro que Bandeira não tem. Até o momento, nem os advogados nem o taxista devolveram o dinheiro ao banco ou pagaram um único dia da multa.

Calcula-se que, hoje, somente a multa por descumprimento de decisão judicial chegue à aproximadamente R$ 1,6 milhão. Decisões de outros desembargadores do Estado ratificaram a decisão de Cleones Carvalho Cunha.

Juiz é investigado

O juiz que proferiu a decisão, Abraão Sauáia, foi afastado em 2010 de suas funções na 6ª Vara Cível de São Luís. Ele está prestes a ser julgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por decisões que o conselho avaliou como suspeitas, incluindo a do taxista Bandeira. Essa não é a primeira sentença milionária proferida por ele.

Na década de 1990, ele concedeu indenização em favor de um empresário, conhecido como “Vidraceiro do Norte”, na qual estipulava um valor contra o Banco do Brasil de cerca de R$ 235 mil. Nesse caso, Sauaia também determinou o pagamento em espécie em favor do empresário. A reportagem do iG tentou encontrá-lo, mas não conseguiu.

Desde seu afastamento, funcionários e amigos evitam dar detalhes sobre o que ele tem feito ou onde está morando.

A vida de Bandeira

Hoje, aos 52 anos, Bandeira trabalha com seu táxi pelas ruas de São Luís e evita falar sobre o caso. A reportagem do iG conversou com ele sobre a ação, mas o taxista preferiu não dar entrevista e pediu expressamente para não ser fotografado. Ele se resume a dizer que, com uma declaração, “poderia ser prejudicado pela Justiça novamente”.

Para amigos e familiares, Edilson afirma que a ação acabou com a sua vida. Depois dela, ele passou a tomar calmantes, antidepressivos e remédios para dormir. “Ele não teve mais paz”, disse um amigo que preferiu não se identificar.

Não há nenhum sinal de que o taxista um dia foi um milionário. Ele veste roupas simples, algumas até rasgadas. O sonho de ser rico acabou. O hábito de ir à Justiça também – ele era conhecido como “o senhor das ações” pelos amigos, pelo hábito de sempre ir aos tribunais quando se sentia prejudicado. Hoje, o objetivo de Bandeira na vida é muito mais simples: passar um dia sem dever R$ 2 mil ao Bradesco.

24 de mar de 2011

Corpo do cantor TIM MAIA será exumado


A 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio decidiu, de forma unânime, negar o recurso dos herdeiros de Tim Maia (foto) que tentava impedir a exumação do corpo do cantor para a realização de um teste de paternidade.

Desde 2009, uma mulher que se diz filha do cantor tenta na Justiça o direito de exumar o corpo de Tim para que seja realizado um exame de DNA. De acordo com o Tribunal de Justiça, os herdeiros ainda podem recorrer da decisão em Brasília.

Em dezembro do ano passado, a mulher já havia obtido decisão favorável na 2ª Vara da Família da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

O advogado da família de Tim Maia, Dário Corrêa, informou que os herdeiros do cantor vão seguir a determinação da Justiça. “Agora é cumprir a decisão”, disse o advogado.

Ainda segundo o advogado, no recurso negado pela Justiça, Carmelo Maia, filho biológico do cantor, pediu que a suposta filha de Tim Maia utilizasse materiais doados por ele para o exame de DNA, sem que houvesse necessidade da exumação do corpo do artista.

“Nunca ninguém procurou a família do Tim. Não há registro dessa pessoa na família. Ela apareceu de repente e não há nenhuma prova, nenhuma evidência”, disse Dario Corrêa, lembrando que já houve processo semelhante de outra suposta herdeira em que a paternidade não foi comprovada.

O cantor Tim Maia que marcou uma geração morreu em 15 de março de 1998, aos 55 anos.

CARLINHOS AMORIM vai liderar PDT na Assembléia


O deputado Carlinhos Amorim é o novo líder do PDT na Assembléia Legislativa.

Ele assume a vaga deixada pela deputada Graça Paz, que asusmiu a Secretaria de Articulação Política da Prefeitura de São Luís.

Amorim coordenará as ações dos pedetistas Camilo Figueiredo e Valéria Macêdo – e provavelmente o do suplente Edivaldo Holanda (PTC).

O deputado do PDT tem tido uma postura independente da bancada de oposição liderada pelo colega Marcelo Tavares (PSB). Postura que tem resultado em embates entre os dois parlamentares.

Tavares queria o PDT em seu bloco, fazendo oposição ao governo. Carlinhos Amorim prefere o PDT independente, com atuação livre de seus membros.

Atuação que deve ser reforçada por Edivaldo Holanda…

23 de mar de 2011

Morre aos 79 anos a atriz Elizabeth Taylor


A atriz Elizabeth Taylor morreu vítima de insuficiência cardíaca aos 79 anos nesta quarta-feira (23) em Los Angeles, informou a imprensa internacional como ABC News e CNN.

Ela estava internada no hospital Cedars-Sinai Medical Center há dois meses.

Elizabeth Rosemond Taylor nasceu em 1932, em Londres, Inglaterra. Conhecida como Liz Taylor, iniciou a carreira artística aos dez anos, logo depois de se mudar para os Estados Unidos.

Liz participou de filmes infanto-juvenis e descobriu o amor pelos estúdios de filmagem, de onde não quis mais sair. Evoluindo como atriz talentosa e respeitada pela crítica, nos anos 50 filmou dramas, como Um lugar ao Sol, com o ator Montgomery Clift; Assim Caminha a Humanidade, com Rock Hudson. Nessa década fez ainda A Última Vez Que Vi Paris, ao lado de Van Johnson e Donna Reed.

Elizabeth foi reverenciada como uma das mulheres mais bonitas de todos os tempos. Sua marca registrada sempre foram os traços delicados e os olhos cor azul-violeta, que encantaram gerações.

A atriz também ficou famosa pelos inúmeros casamentos (oito ao todo), sendo o mais conhecido com o ator inglês Richard Burton, com quem se casou duas vezes e fez duplas em vários filmes nos anos 60, como o antológico Cleópatra e o dramático Quem tem medo de Virgínia Woolf?, em que ela ganhou o segundo Oscar. O primeiro prêmio veio em 1960 por O Número do Amor. Nessa época, Liz sagrou-se a atriz mais bem paga do mundo.



Em 1985, com a morte de seu grande amigo, o ator homossexual Rock Hudson, Elizabeth Taylor iniciou uma cruzada em favor dos portadores de aids. Em 2004, a diva passou vários meses de cama devido aos efeitos de uma grave escoliose, uma fratura na espinha, falência cardíaca congestiva, úlceras, além de episódios de bronquite aguda e pnemonia.

Em 1997, a atriz passou por uma delicada cirurgia para remover um tumor do cérebro. No passado, a estrela também já teve problemas com o vício em álcool e drogas.

22 de mar de 2011

MAIS UM: Joel Santana deixa o Botafogo


Após pedir demissão em reunião com a diretoria, Joel Santana concedeu entrevista coletiva, na manhã desta terça-feira, em General Severiano. Acompanhado do presidente Maurício Assumpção e do vice de futebol André Silva, o treinador explicou sua saída do clube depois de 14 meses de trabalho. Emocionado, Joel chegou às lágrimas e disse que não dá adeus ao Botafogo e, sim, um até breve.

- É difícil. Depois de 14 meses numa casa como essa... Aprendi que às vezes, no futebol, é melhor dizer até breve do que até nunca mais. Deixo amigos fiéis, leais. Os números estão aí. Fomos campeões. Deixo o clube em primeiro lugar, e não em último. A vida continua. O Botafogo é maior do que nós todos. Jamais fecho a porta, a deixo encostada. Vou cuidar da minha vida e cuidar do meu futuro.

Durante a entrevista, Joel interrompeu uma resposta para pedir que alguém levasse até ele a sua famosa prancheta. Com ela em mãos, mostrou uma foto sua com Nilton Santos que o acompanhou durante todo o trabalho no clube. Antes de prosseguir seu pronunciamento, o técnico beijou a imagem. Joel fez questão de explicar que as vaias e os xingamentos sofridos na derrota por 2 a 0 para o Vasco, no domingo, no Engenhão, não foram determinantes para a sua decisão de sair, mas se mostrou magoado com as manifestações das quais foi vítima nas últimas partidas.

- Alguns (jornalistas) estão dizendo que estou com desavença com torcida, mas não estou. É claro que você não agrada a todo mundo. Estou tranquilo. Muitos botafoguenses me ligaram para pedir para eu ficar. Mas nos últimos jogos havia algumas pessoas fora de si e que queriam apenas me agredir. Infelizmente, alguns só dão valor quando sentem falta - frisou. Depois de ter recebido agradecimentos tanto do presidente Maurício Assumpção, quanto do vice de futebol André Silva, Joel Santana destacou o bom ambiente no Botafogo e a amizade com jogadores e, principalmente, com os membros da diretoria.

PARABÉNS: Aniversário de Perpétua






















15 de mar de 2011

QUER SER DEPUTADO DE QUALQUER JEITO: STF nega liminar a Chiquinho Escórcio


O ministro Dias Toffoli negou liminar ao peemedebista Francisco Luiz Escórcio Lima, mais conhecido como Chiquinho Escórcio. Por meio de Reclamação (RCL 11226) apresentada ao STF, o parlamentar afirma que o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, estaria se recusando a cumprir a liminar concedida pelo ministro Cezar Peluso nos autos do Mandado de Segurança (MS) 30249. Tal decisão lhe assegurou a vaga de deputado federal em decorrência da nomeação do deputado federal Pedro Novaes (PMDB) para o Ministério do Turismo, no governo Dilma Rousseff.


Chiquinho na Câmara: apenas uma questão de tempo
A liminar alcança a legislatura encerrada no dia 31 de janeiro de 2011, já que Escórcio foi eleito estava como primeiro suplente do PMDB no pleito de 2006. Em sua decisão, o ministro Peluso aplicou o entendimento do STF de que o mandato parlamentar conquistado no sistema eleitoral proporcional pertence ao partido político, e não à coligação partidária por ele integrada. Segundo a defesa do político, notificado da decisão, o presidente da Câmara dos Deputados teria se negado a cumpri-la, com base em ato da Mesa da Câmara que prevê a nomeação do primeiro suplente da coligação.

“Registre-se que, a princípio, o objeto do aludido writ não alcança o Ato da Mesa da Câmara dos Deputados nº 37 ou eventual obstáculo à posse do reclamante relativo a ‘decoro parlamentar’ ou ‘processos relacionados às hipóteses de perda de mandato previstas nos incisos IV e V do art. 55, da Constituição Federal’”, entendeu o relator.

De acordo com Dias Toffoli, não há elementos de convicção quanto à plausibilidade jurídica da tese do autor, imprescindível para a concessão da liminar.

Ele avaliou a necessidade de aguardar as informações a serem prestadas pela autoridade reclamada, isto é, o presidente da Câmara dos Deputados, “a fim de que se ultime o julgamento ou mesmo se reconsidere o decisum”.

Explicação

O advogado de Chiquinho, Heli Dourado, explicou ao blog que o ministro negou a liminar por entender que a reclamação foi ajuizada contra o presidente da Câmara e na visão dele deveria ter sido contra ato da Mesa-Diretora da Casa.

Dourado disse ainda que a melhor decisão no caso seria o arquivamento da ação por “perda do objeto”, porque referia-se ao mandato encerrado em 31 de janeiro.

Ele afirmou que o mesmo Dias Toffoli, um dos poucos a se posicionar na Corte a favor do mandato pertencer à coligação, está de posse de outra ação de Chiquinho requerendo a vaga de Pedro Novaes já para essa nova legislatura. “Se ele negar, recorremos ao Pleno”, avisou Dourado.

(Com informações do STF).

14 de mar de 2011

Muricy Ramalho pede demissão "O Fluminense não tem estrutura de time grande"



Muricy Ramalho não é mais o técnico do Fluminense. Declarando-se insatisfeito com a estrutura do clube, ele assinou a rescisão de contrato no sábado e aguardou apenas o fim do clássico contra o Flamengo, neste domingo, para comunicar a sua decisão. Ele se despediu dos jogadores no vestiário e deixou o Engenhão sem dar entrevista. A explicação para a saída chegou por meio de uma nota de sua assessoria de imprensa:

'Tomei esta decisão há alguns dias, mas, devido ao clássico de hoje, achei correto esperar o jogo. Quando cheguei ao clube, foram prometidas duas condições: uma equipe para ser campeã e a melhoria na estrutura física do clube. A primeira foi conquistada com o título do Campeonato Brasileiro de 2010, e a segunda, a melhoria na estrutura, não foi realizada. Quero muito agradecer a todos que trabalharam comigo durante esse período e dizer que meu ciclo foi encerrado no clube. Quero agradecer também a Unimed, através de seu presidente Celso Barros, parceiro em todos os momentos, pelo apoio recebido durante todo o meu trabalho, e ao Alcides Antunes, que batalhou junto. O agradecimento especial é para a torcida do Fluminense pelo total apoio enquanto comandei o time. Desejo muito sorte e sucesso à diretoria, à equipe, aos funcionários e à torcida.'

Agora sem clube, Muricy vai receber uma proposta do Santos, que vem sendo comandado de forma interina por Marcelo Martelotte desde a demissão de Adilson Batista. O presidente do clube paulista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, afirmou neste domingo que iria atrás do treinador se a saída dele fosse confirmada.

'Muricy é um treinador que tem uma história muito rica, tem muita competência. Provou isso novamente ganhando o Brasileiro do ano passado. Um treinador com características vitoriosas sempre interessa ao Santos', afirmou.

Muricy Ramalho, que tinha contrato com o Fluminense até 2012 e sempre elogiou a pouca interferência da política no futebol, estava insatisfeito também com o vazamento de notícias nos últimos dias e com a instabilidade no clube. Recentemente, rumores davam conta de que ele teria brigado com Alcides Antunes e que os dois sequer se falavam. Muricy sempre fez questão de negar e elogiava o vice de futebol, demitido nesse sábado em anúncio feito pelo presidente Peter Siemsen.

Foi o mandatário tricolor que deu entrevista após o empate por 0 a 0 no Fla-Flu, para comentar o pedido de demissão de Muricy Ramalho. Ele disse que recebeu a notícia no sábado de manhã.

'O Muricy disse ter dois objetivos. A conquista do título brasileiro foi alcançada, mas acha que a melhoria das condições do clube não foi alcançada. Logo no início do trabalho, me deparei com a saída de um dos melhores técnicos do Brasil e do mundo. Todos nós sabemos que nossa estrutura é antiquada e questionada há muitos anos. Concordo com o Muricy, e uma das minhas metas é a reconstrução do Fluminense. Vamos nos matar de tanto trabalhar para que nunca mais nos deparemos com uma situação como essa. Tínhamos um dos melhores treinadores do Brasil e não conseguimos progredir por causa desse problema. Estamos tristes e desejamos sucesso a ele', afirmou Siemsen.

Muricy Ramalho chegou ao Fluminense em abril do ano passado, ocupando a vaga deixada por Cuca. Estreou em uma derrota por 3 a 2 para o Grêmio, no Maracanã, pela Copa do Brasil. E acumulou em sua passagem 28 vitórias, 15 empates e 11 derrotas em 54 partidas.

Um dos capítulos mais marcantes do treinador foi a recusa ao convite da Seleção Brasileira, em agosto. Sem a liberação dos cartolas tricolores, disse não ao presidente da CBF, Ricardo Teixeira. No fim do ano, conquistou o título do Campeonato Brasileiro, pela quarta vez na carreira, e tirou o Flu de uma fila de 26 anos de espera.

11 de mar de 2011

DEVAGARINHO: Ambulantes estão voltando !!!


Os vendedores ambulantes de foram remanejados da Av. Bernardo Sayão (Quatro Bocas) começaram a volta aos poucos, nota-se que aos domingos já tem vários ambulantes nas calçadas deste setor, são vendedores de verduras, legumes, frutas, cd's e etc.


A fiscalização da Prefeitura já não está tão intensa como dias anteriores, os ambulantes reclamam que no mercado municipal para onde foram remanejados não estão vendendo como vendem ali.


SUGESTÃO:


Deveria a Prefeitura fazer como fazem várias Prefeituras no Brasil, (Ex. Goiania) aos domingos ela interdita nos bairros a Rua principal das 5 às 13hr para veículos e fazem a feira no meio da Rua, deveria também ser feito na Av. Bernardo Sayão.


Os ambulantes alegam que tem pouco movimento no Mercado da Nova Imperatriz, e eles tem que está onde o povo está.

10 de mar de 2011

MUSEU VIRTUAL DE IMPERATRIZ: Que legal, excelente ideia


Tenho acompanhado todos os dias a página na Internet do Museu Virtual de Imperatriz, quero parabenizar o criador desta página pela ideia de resgatar o nosso passado através destas fotos que nos faz voltar no tempo de nossa infância.



Imperatriz é uma cidade com pouca memoria de seu passado, fomos com mais intensidade povoado a partir da criação da rodovia Belém-Brasília, por pessoas de outros estados que vieram para também contribuir com o desenvolvimento desta progressista cidade na época, alguns ganharam muito dinheiro e voltaram para suas cidades de origem, outros ficaram e criaram raízes, mesmo passando o círculo do arroz, madeira e etc.



Somos uma cidade com pouca memoria, mais já existem pessoas procurando resgatar esses períodos dos nossos bons tempos, dos cinemas: Muiraquitã, Marabá, Celimar, Fides, Brasil, dos times de futebol como o Imperariz, Renner, Cruzeiro do Diomar, Corinthians do Divino, Comercial do Etevaldo, Industrial da Gameleira, do "Seu" Ione, Vera Cruz do Delfino, Botafogo do "Vei" Braz, as disputas de fafarras no sete de setembro, Escolas: Bernardo Sayão, Técnica do Fiquene, Santa Terezinha, Cristo Rei, da voz Manarlene, a voz do Brasil Vieira, a voz Dalila no Mercadinho e etc... como éramos felizes.



Obrigado Fernando Cunha por essa preocupação de resgatar nossa memória, você teve feliz ideia, e a Coló Filho que vem publicando na sua coluna diária do jornal "O Progresso".


8 de mar de 2011

SAUDADE: Para minha mãe Alborina


Hoje 8 de Março, dia internacional da mulher, faz 16 dias que minha mãe desencarnou, quero como filho, expressar a saudade de minha mãe, mulher guerreira, lutadora, primeiro, pela sobrevivência, depois, contras as doenças, mais sempre lutadora,

Honestidade, generosidade e personalidade muito forte, foram sempre suas marcas, nessa passagem aqui na terra, que deixou seu legado de luta para nós seus filhos, criados com certas dificuldades inerentes de pessoas simples, mais nunca deixou faltar nada para nós, nunca passamos necessidades, sempre tivemos o necessário, graças a luta da minha mãe para criar seus 4 filhos, somos todos hoje homens de bem, frutos da sua dedicação.

Que Deus acolha com seu amor, aquele espírito que só semeou o bem, com práticas de generosidade, honestidade e verdade, eram suas virtudes mais marcantes, entre outras.

Obrigado minha mãe, até a verdadeira morada, que é a pátria espiritual

7 de mar de 2011

VOLTEI !!!

Depois de 28 dias fora do ar, votei, peço desculpas para meus amigos e leitores, a máquina não conseguiu conectar com a operadora que passou esse tempo todinho para descobrir o defeito, depois do Carnaval voltaremos e dar a nossa opinião sobre os assuntos diversos da nossa cidade, estado.
Fico feliz com as manifestações de carinho e apreço que recebí nesse período que fiquei fora desconectado, foram muitas manifestações que deixa a certeza que já cativamos os nossos leitores e o nosso lugar no mais revolucionário sistema de informação das últimas decadas

Sinceramente, o Brasil atual tem jeito?

Que olha a cena político-social-econômica atual se pergunta sinceramente:o Brasil tem jeito? Um bando de ladrões, travestidos de senadore...