30 de set de 2010

A RELAÇÃO DOS PROVÁVEIS CANDIDATOS A DEPUTADO ESTADUAL ELEITOS DO MARANHÃO


Em período de campanha eleitoral surgem as listas dos palpiteiros sobre quem serão os deputados eleitos (ou prováveis) mais votados, as possibilidades de números para as bancadas e assim, sucessivamente. Na Assembléia Legislativa, então, mesmo antes do início da campanha propriamente dita, um grupo de jornalistas e blogueiros que cobrem a Casa confeccionavam uma dessas listas. Natural que assim seja.

O blog também elaborou uma lista baseada no que se passa na campanha atual, projetada em estudos que estão sendo feitos pelos partidos, analistas políticos, lideranças locais, políticos sem mandatos, mensurada no movimento dos candidatos e suas estruturas de campanha. Como o Maranhão é um estado de grande dimensão, os estudos nas proporcionais são sempre localizadas por municípios e regiões, vez que existem nomes muitos fortes em determinadas localidades e que, sequer, aparecem em outras.

Como na Câmara Federal, na Assembleia também a bancada maior será oriunda da base de apoio da governadora Roseana Sarney, independentemente do resultado da eleição para o governo do estado. A oposição, começando pelos aliados do candidato Jackson Lago deve ficar logo atrás, seguida pela coligação liderada por Flavio Dino.

Para facilitar o entendimento, distribuímos os prováveis eleitos por coligação e partido, além de classificarmos as possibilidades de eleição e reeleição dos candidatos com as situações “certíssimo” (para os que já estão garantidos), “certo” (para os que estão praticamente certos) e “incerto” (para os que têm chances).

Veja abaixo as projeções:

01 – Coligações que apóiam Roseana Sarney: pode eleger entre 16 a 18 deputados:
PMDB/DEM/PTB/PV/PT

PMDB: Ricardo Murad, Roberto Costa, Vianey Bringel, Stênio Rezende (certíssimos); Fábio Braga, Arnaldo Melo, Alberto Franco, Afonso Manoel (certos); brigam por mais duas vagas: Márcia Marinho, Jura Filho (incertos);

DEM: Max Barros, Raimundo Cutrim (DEM), César Pires (DEM), Antonio Pereira (DEM), (certíssimos); brigam por outra vaga: Carlos Alberto Milhomem (DEM) e Chico Gomes (DEM) (incertos);

PTB: o melhor nome do partido é o de Manoel Ribeiro (PTB), que está classificados em incertos;

PV – Victor Mendes, Edilázio Junior, Rigo Teles (certos); brigando por vaga Carlos Filho, Magno Bacelar, Hemetério Weba (incertos)

PRB/PSL/PMN/PHS (04 eleitos)

PRB: o melhor nome do partido é o de Marcos Caldas, que está classificado como (certos);
PSL: Nonato Aragão e Edson Araújo (certos); briga por outra vaga Canindé Barros; (incertos)
PMN: Eduardo Braide e Lima Neto (certos); briga por vaga: Rogério Cafeteira (incertos);
PHS: o melhor nome do partido é de Carlinhos Florêncio que é classificado como ‘incerto’.


PR/PTdoB/PP/PSC (de 03 a 04 eleitos)

PR: o melhor nome é o de Jota Pinto, classificado como (certos);
PTdoB: Alexandre Almeida, Darci Terceiro e Marly Abdala (incertos);
PP: Hélio Soares, Doutor Pádua (certos); brigam por vaga João Batista e Juscelino Oliveira (incerto);
PSC: Penaldon Moreira (certo); briga por vaga Léo Cunha (incertos)

PT (02 a 03 eleitos)

Valdinar Barros, Francisca Primo e Mauro Jorge (certos); briga por vaga Bira do Pindaré e Zé Carlos da Caixa (incertos)

02 – Coligações que apóiam Jackson Lago: pode eleger entre 6 a 8 deputados:
PDT/PSDB/PTC

PDT: Graça Paz (PDT), Camilo Figueiredo (PDT), Pavão Filho (PDT), (certos);

PSDB: Gardênia Castelo, Carlinhos Amorim e Neto Evangelista, (certíssimos); brigam por mais vaga: André Fufuca, Aderson Lago e Erico Carvalho (incertos);

PTC: o melhor nome do partido é do deputado Edivaldo Holanda, que tem a candidatura classificada como (incerto).

03 – Coligação que apóia Flávio Dino – deve eleger entre 05 a 06 deputados:
PCdoB/PPS/PSB

PCdoB: Rubens Pereira Júnior (certíssimos); briga por outra vaga: Professor Julio Guterres (incerto);
PPS: Othelino Neto (certo) e Eliziane Gama (PPS) (incertos);
PSB: Cleide Coutinho, Marcelo Tavares, Luciano Leitoa, (certos); Domingos Paz briga por vaga.


*As demais coligações lideradas pelos partidos considerados nanicos PCB; PSTU e PSOL não deve eleger ninguém.

Fonte blog do John Cutrim

FLAMENGO: Não é treinador, o time que é ruim, Luxemburgo já está contratado e técnico do Flamengo pode ser demitido hoje


Os resultados foram ruins, mas a má condução do elenco foi pior e praticamente irreversível para o futuro de Silas no Flamengo. O desabafo do zagueiro Jean na chegada ao Rio confirmou: o grupo não confia mais no treinador.

Diante do panorama, a demissão deve ser oficializada na manhã desta quinta-feira, 30, após uma reunião com o diretor-executivo, Zico. O dirigente quer evitar que o time fique sem comandante no clássico contra o Botafogo, sábado, no Engenhão, o nome está escolhido, e as negociações com Vanderlei Luxemburgo já começaram.

Em um primeiro momento houve impasse por causa das sete pessoas que integram a comissão técnica do ex-técnico do Atlético-MG. Zico propôs que venham no máximo três. Luxa, que deixou o Galo na penúltima colocação na tabela do Brasileirão, está no Rio de Janeiro, assim como o preparador físico com quem trabalha, Antônio Mello. Silas está à frente do Fla por nove jogos, com uma vitória, cinco empates e três derrotas. Ele deixa o time em 15º lugar, com 29 pontos, e ameaçado pela zona de rebaixamento. Desde o início, teve problemas. Primeiro em campo. Apesar de mal na tabela, o Flamengo tinha a melhor defesa até a chegada dele. O novo esquema não deu certo, e o time sofreu 17 gols em sua gestão até o momento.

As mudanças táticas também não convenceram. Na última partida, contra o Goiás, Silas deixou Diogo no banco de reservas e escalou a equipe com quatro volantes. No jogo anterior, contra o Palmeiras, havia tirado Juan de campo aos 30 minutos do primeiro tempo para colocar Vitor Saba, que nunca participara de uma partida no time profissional.

O ápice do “filme queimado” com os atletas aconteceu após o empate por 1 a 1 no Serra Dourada. Ao dizer que a torcida não o xingou, o treinador acabou transferindo a responsabilidade para os jogadores dizendo que “não fez gol contra” e “não perdia gol”. O zagueiro Jean respondeu e disse que jamais passara por situação semelhante com qualquer outro treinador e considerou a postura de Silas “lamentável”.


Fonte: Globo

LEIAM INTERESSANTE COMENTÁRIO DO BLOGUEIRO HOLDEM ARRUDA


3 de Outubro: "Colheita maldita". "Quem aduba mais poderá ter mais dor de cabeça"
Nunca foi visto em Imperatriz uma fase política como esta. Quem colheu o quê? Quem colherá o quê?
No campo do execultivo tudo caminha para uma segunda etapa, no legislativo, logo logo saberemos quem é bom, ou qual é aquele faz apenas muita zoada.


Muita zoada?! E pouco voto!


Madeira resolveu tentar ser o Lula. Fez chamadas para Carlinhos, pediu votos para João Batista, clamou atenção para Sanches, acendeu um "maço" para o próximo prefeito de Açailândia, o Hélio Soares... quem é mesmo Hélio Soares? Para quem não sabe, o ex-cavalheiro do Montes Altos, marido de Mirilande Jales.


A política de todo o país teve uma renovação, uma visão nova de como fazê-la.
Todos querem se pendurar na popularidade do presidente, que por sua vez comanda o partido mais corrupto da historia desse país. No país onde a ética perde para a popularidade, a voz da opinião pública não "soa" como deveria. A velha tática comunista de ofuscar a verdade, é comandada pelo líder maior da quadrilha planaltina, o próprio presidente.


E Madeira, como sairá dessa? Mais forte por acender muitas velas, ou mais fraco por não ter liderado o próprio grupo em função do seu partido, como faz o PT.

Os vereadores não apoiam o candidato do prefeito. Quer dizer, os tucanos apoiam o candidato oposicionista a coligação tucana. Como o prefeito Madeira conseguiu isso?


A colheita dessa vez será complicada, pelo jeito muito espinho e muita lama, como se colhe geralmente no período chuvoso, é esperar para ver o que cada um vai carregar na sacola, ao final dessa longa adubagem,
onde ninguém sabe quem está do lado de quem.

29 de set de 2010

DEU NO IMPARCIAL: Roseana se irrita no debate "vou chamar José Sarney para debater com vocês”.



No debate realizado na TV Mirante, a atual governadora foi duramente atacada pelos adversários. Jackson e Dino também não escaparam da mira dos “pequenos”.

“No próximo debate, vou chamar José Sarney para debater com vocês”. A frase da candidata Roseana Sarney (PMDB) serve para demonstrar o tom do debate entre os candidatos ao governo do Maranhão, realizado na noite desta terça-feira (28) na TV Mirante. Os outros candidatos fizeram duras criticas ao sarneísmo. Mas os candidatos menores, Saulo Arcangeli (PSol) e Marcos Silva (PSTU), também alfinetaram Flávio Dino (PCdoB) e Jackson Lago (PDT). O candidato Josivaldo Corrêa não participou do debate e foi convidado para uma entrevista em um telejornal da emissora.

No primeiro bloco do debate, os candidatos fizeram perguntas entre si com temas determinados por sorteio. O primeiro a perguntar foi Jackson Lago, que teve o tema “Políticas Sociais” sorteado e perguntou à Roseana sobre a paralisação das obras do PAC Rio Anil. A candidata disse que todas as obras inacabadas de Jackson, ele terminou e que o projeto Rio Anil ainda tem três anos para ser terminado.


Roseana x Flávio


Roseana questionou Flávio Dino sobre seus planos para a saúde. O comunista disse que os hospitais e as UPAs do governo dele irão funcionar. “Hospital não é fazer parede e telhado. Não adianta fazer hospitais e não investir na atenção básica. Temos um gasto de metade dos recursos federais no Maranhão. Faremos concurso, pois desde 2002 não temos concurso na área de saúde”, disse Dino. Roseana retrucou: “se você quiser, eu lhe convido para lhe mostrar que tudo funciona. Até o final do ano vamos construir todos os hospitais e UPAs prometidos”.

Quando o tema foi educação, o embate foi entre Flávio e Saulo. Dino falou sobre creches e Saulo preferiu enfocar o analfabetismo. Sobre segurança, Saulo e Marcos Silva se confrontaram atacando o governo Roseana. O candidato do PSTU defendeu a humanização da polícia. Marcos Silva provocou Jackson na pergunta seguinte a respeito do investimento em esporte.

Quando o bloco era com perguntas livres, Flávio Dino perguntou a Roseana o porquê de não ter feito as revoluções que promete hoje em seus outros governos. “Dentro do possível, fizemos tudo, pois o país vivia momentos difíceis em meus dois primeiros mandatos. O Lula ainda não era presidente. O Brasil não crescia tanto”. Flávio: “ainda bem que a senhora reconhece que quem faz as coisas no Maranhão é o presidente Lula”.


Metralhadora Saulo


Saulo atirou para todos os lados. “Não adianta tirar de um grupo oligárquico e colocar nas mãos de outro”, se referindo a Roseana e Jackson, além de fazer pesadas críticas à administração do pedetista na prefeitura de São Luís. O candidato do PSol irritou Flávio Dino quando falou sobre o apoio do prefeito de Caxias Humberto Coutinho e disse que o prefeito este desvia recursos da saúde. Flávio respondeu: “lamento que esteja reproduzindo a crítica da oligarquia. A administração do prefeito foi limpa. Mas quem vai governar sou eu. Faremos um governo com a marca da transparência. Não escondo minhas alianças”.


Irritação de Roseana


O momento de maior estresse da governadora foi quando o candidato Saulo falou do dinheiro que foi pago a empresa Gautama para obra do Italuís II que não saiu do papel. Roseana do sério. “Primeiro queria que você me respeitasse. Essa obra se foi ganha por alguém eu não sei. Sou uma pessoa séria. Saí do governo e a obra já havia começado”.

Irritada com os vários ataques, Roseana disparou: “no próximo debate, vou chamar José Sarney para debater com vocês. Eu quero é discutir o futuro e não o passado”.

Marcos Silva, em outro momento do debate, rebateu: “se o Sarney viesse, seria até bom pra dizer como o Maranhão cada vez mais pobre. O debate é um espaço de discussão e exposição de ideias. Se o Lula vier, estamos dispostos a debater com ele”

28 de set de 2010

REVIRAVOLTA: Pesquisas indicam que haverá 2º Turno no Brasil e Maranhão


Desde de Domingo que os orgãos de pesquisas, indicam que nas ultimas feitas, as eleições para Presidente e Governador no Maranhão caminham para um segundo turno.


Os indecisos que ainda não haviam decididos, estão optando por Marina e Flávio Dino.


As candidatas até então favoritas, estão caindo vertiginosamente, cerca de 5 pontos cada uma até agora e continuam com tendência de queda livre até o dia das eleições.


Se confirmarem realmente o 2º turno, as coisas serão mais complicadas para as duas, principalmente para a Governadora Roseana Sarney, os eleitores que não votam nela no 1º turno, também não votam no 2º as eleições passadas confirmam isso, ela teve no 2º turno, exatamente o que teve no 1º, seus eleitores são os mesmos principalmente aquí em Imperatriz e Região não crescem.


Segundo o cientista politico David Fleischer da UnB, qualquer pessoa investida num cargo público, tipo Presidente da República, Governador e Prefeito, ao disputar uma eleição, terá no mínimo cerca de 30% dos votos, são votos inerentes ao cargo que ocupa.

Ildon Marques renuncia suplência ao Senado


O ex-prefeito de Imperatriz, Ildon Marques (DEM), renunciou à segunda suplência do candidato ao Senado João Alberto (PMDB). A indefinição sobre validade da Lei da Ficha Limpa o fez tomar a decisão.

Hildon foi incluído na lista dos ‘fichas sujas’ por ter sido condenado por várias decisões do Tribunal de Contas da União (TCU), com provimento negado a seus recursos.

Os processos que sujam a ficha de Ildon Marques são os 20503/2003-1 e 11627/2002-1. O primeiro é do Fundo Nacional de Saúde (FNS), enquanto o segundo é oriundo do Ministério do Meio Ambiente.

O TRE já homologou a renúncia. O PMDB deve indicar substituto até sábado.

Fonte: johncutrim@jornalpequeno.com.br

27 de set de 2010

SAIU PESQUISA PARA DEPUTADO FEDERAL E ESTADUAL NO MARANHÃO


De acordo com os números da Exata, a única empresa de pesquisas que acertou os resultados do primeiro e segundo turno das eleições de 2006, para deputado federal são os seguintes os 25 candidatos a deputado federal mais citados. leia:

1 – Sarney Filho
2 – Luciano Moreira
3 – Valdir Maranhão
4 – Professor Sétimo
5 – Pinto da Itamaraty
6 – Gastão Vieira
7 – Davi Filho
8 – Zé Vieira
9 – Alberto Filho
10 – Nice Lobão
11 – Pedro Fernandes
12 – Cleber Verde
13 – Ricardo Archer
14 – Dutra
15 – Ribamar Alves
16 – Edivaldo Holanda Júnior
17 – Carlos Brandão
18 – Bacelar
19 – Paulo Marinho Júnior
20 – Aparecida
21 – Julião Amin
22 – Pedro Novais
23 – Lino
24 – Ernesto Vieira
25 – Chiquinho Escórcio

Pesquisa para deputado estadual

Os 50 nomes de candidatos a deputado estadual mais citados pela pesquisa realizada pela Exata, instituto que acertou os resultados das eleições de 2006, no primeiro e segundo turno.

Leia abaixo:

1 – Vianel Bringel
2 – Ricardo Murad
3 – Cleide Coutinho
4 – Luciano Leitoa
5 – Raimundo Cutrim
6 – Rigo Teles
7 – Neto Evangelista
8 – André Fufuca
9 – Carlos Filho
10 – Camilo Figuereido
11 – Magno Bacelar
12 – Marcos Caldas
13 – Edilázio
14- Dr. Pádua
15 – César Pires
16 – Victor Mendes
17 – Luciano Genésio
18 – Ilton
19 – Antônio Pereira
20 – Gildan
21 – Rubens Pereira Júnior
22 – Max Barros
23 – Márcia Marinho
24 – Raimundo Louro
25 – Afonso Manoel
25 – Carlinhos Amorim
27 – Bira do Pindaré
28 – Stênio Resende
29 – Hemetério Weba
30 – Valéria Macedo
31 – Manoel Ribeiro
32 – Graça Paz
33 – Américo
34 – Edivaldo Holanda
35 – Priscilla
36 – Roberto Costa
37 – Genilson Alves
38 – Ladiel Melo
39 – Léo Cunha
40 – Cássia
41 – Capitão Otsuka
42 – Tatá Milhomem
43 – Carlinhos Florêncio
44 – Gardênia Castelo
45 – Jura Filho
46 – Alexandre Almeida
47 – Antônio Pires
48 – Sirlan Sousa
49 – Alberto Franco
50 – Marcelo Tavares

Fonte:Todas as informações são do blog do Luis Cardoso

PESQUISA: Roseana cai 5 pontos e há indicação de segundo turno no Maranhão


Pesquisa realizada pela Exata/Blog do Cardoso confirma que haverá segundo turno para governador no Maranhão. A pesquisa foi feita entre os dias 17 a 19 deste mês e ouviu 2000 pessoas em todas as regiões do Maranhão. A pesquisa está registrada no TRE/MA sob o número 35.522/2010. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para cima e para baixo.

Pelos números da Exata, a candidata Roseana Sarney voltou a oscilar para baixo confirmando os resultados de outros institutos, Jackson Lago se manteve estável e Flávio Dino foi o único candidato que cresceu.
Os números na estimulada e espontânea são os seguintes:

ESTIMULADA

Roseana Sarney – 42%
Jackson Lago 25%
Flávio Dino 23%
Marcos Silva 1%
Os demais não pontuaram
Brancos, nulos e e nenhum – 3%
Não sabem – 6%

ESPONTÂNEA

Roseana Sarney – 38%
Jackson Lago – 21%
Flávio Dino – 18%
Outros não pontuaram
Nenhum deles 2%
Não sabem 20%
Como se observa, na espontânea o número de indecisos ainda é grande.
A Exata foi o único instituto que acertou nas eleições de 2006 no primeiro no segundo turno.
Roseana Sarney – 42%

Pesquisa para senador

De acordo com os números da Exata, o quadro não se alterou pelos números de outros institutos de pesquisas. Lobão e João Alberto permanecem na dianteira com folga em relação aos demais.

Aqui os resultados da estimulada:

Edison Lobão – 49%
João Alberto – 37%
Zé Reinaldo – 24%
Roberto Rocha – 18%
Edson Vidigal – 16%
Adonilson – 3%
Paulo Rios – 2%
Socorro – 2%
Noleto – 1%
Charles Eletricista 1%
Os outros não pontuaram
Nulos, brancos e nenhum – 11%
Os que não sabem 37%
Neste caso não totaliza 100% porque a escolha são de dois candidatos. Foram, portanto entrevistados 4000 pessoas.
Fonte Blog Luis Cardoso


26 de set de 2010

DISCRIMINAÇÃO? Revista afirma que "Tiririca" seria analfabeto

De acordo com a Constituição, os analfabetos são inelegíveis e, portanto, não podem se candidatar e receber votos. Por lei, os candidatos são obrigados a apresentar à Justiça Eleitoral um comprovante de escolaridade. Na ausência de comprovante, devem demonstrar capacidade de ler e escrever.

Para registrar sua candidatura a deputado federal, Tiririca apresentou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo uma declaração em que ele afirma que sabe ler e escrever. Essa declaração, segundo as normas legais, deve ser escrita de próprio punho. Mas Tiririca, de fato, sabe ler e escrever? A suspeita é que não. Vários indícios permitem levantar essa desconfiança.


O humorista Ciro Botelho, redator do programa Pânico da rádio Jovem Pan, diz que escreveu sozinho o livro As piadas fantárdigas do Tiririca em 2006. A publicação é assinada só por Tiririca. Botelho diz que escreveu com base em histórias contadas por ele. “O Tiririca não sabe ler nem escrever”, afirma.


Dois funcionários da TV Record também disseram a ÉPOCA que nos bastidores do programa humorístico Show do Tom, do qual Tiririca participa, é sabido que ele não lê nem escreve. De acordo com Ciro Botelho, o palhaço conta com a ajuda da mulher para decorar suas falas: “A mulher fica no camarim com ele e vai falando o texto. Ele vai decorando e conta do jeito dele”


A reportagem acompanhou Tiririca por dois dias na semana passada. Viu o candidato dar autógrafos com uma grafia bem diferente da que aparece na declaração apresentada ao TRE, com letras redondas. Aos fãs, ele assina um rabisco circular ininteligível e desenha o que seriam as letras do nome de seu personagem. Em duas ocasiões, a reportagem deparou também com situações que demonstram que Tiririca tem, no mínimo, enorme dificuldade de leitura.

No dia 21, a reportagem pediu para Tiririca ler uma mensagem de celular. Ele ficou visivelmente assustado diante do aparelho. O constrangimento do candidato só foi desfeito quando uma assessora leu o torpedo em voz alta. Minutos antes, referindo-se às críticas feitas a sua candidatura nos jornais, Tiririca dissera: “Eu não leio nada, mas minha mulher lê para mim”.

No dia 22, a revista fez um teste com Tiririca. Durante um almoço, pediu a ele para responder a perguntas da pesquisa Ibope sobre o Congresso. As duas primeiras questões foram lidas pela reportagem e respondidas normalmente por Tiririca. Em seguida, foi apresentado ao candidato um cartão para ele ler a terceira pergunta e as alternativas de resposta. Nesse momento, seus assessores o cercaram imediatamente.

O filho de Tiririca, Éverson Silva, começou a ler a pergunta para o pai, mas a pesquisa foi interrompida pelos assessores com a alegação de que ele precisava almoçar e que a aplicação da pesquisa não fora combinada previamente. A cena pode ser vista em um vídeo no site de ÉPOCA.

Depois desse novo mal-estar, a revista tentou questioná-lo sobre sua alfabetização. Sua assessoria de imprensa não permitiu mais contatos. Ela diz que Tiririca sabe ler e escrever, mas os pedidos de um encontro com o candidato para que ele lesse um texto e encerrasse as dúvidas foram recusados. A assessoria disse que Tiririca está na reta final da campanha e ficaria “chateado por ter de provar que sabe ler”.

O que acontece com um candidato sobre o qual há dúvidas sobre sua alfabetização? “Se houver dúvidas, o juiz pode submetê-lo a um teste”, diz o advogado Fernando Neves, ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo Neves, essa prova é simples e visa apenas certificar a capacidade de ler e escrever do candidato. Se o candidato não conseguir provar que é alfabetizado, a jurisprudência da Justiça Eleitoral diz que a candidatura deve ser cassada.





Fonte: Revista Época

24 de set de 2010

BUZUCA PULA DO BARCO ATIRANDO: 'Definitivamente o Povo de Imperatriz não acredita em Roseana Sarney


No programa de televisão do apresentador Conor Farias, o vereador Buzuca, que apoiava Jackson, depois foi apoiar Roseana, voltou arrependido para o lado de Jackson Lago, segundo ele, depois de ouvir o clamor popular, resolveu voltar para o lado de Dr. Jackson, ele Buzuca descobriu que segundo suas palavras, as pessoas de Imperatriz definitivamente não acreditam em Roseana.


Ela vem sempre com as mesmas promessas de vinte anos atrás e depois de eleita não cumpre nenhuma, disse ele "estou ouvindo as pessoas que cobravam meu apoio ao Dr. Jackson que em apenas dois anos de governo fez por Imperatriz o que Roseana não fez em oito e se fosse eleita também não faria de novo vivem de enganar e prometer sem cumprir.


Segundo o vereador todas as vezes que passava na Ponte do Rio Tocantins, lembrava como foi importante para nossa Região e o Estádio nem se fala. Nunca mais largarei Dr. Jackson concluiu ele.

AÍ É DEMAIS PARA OS AMANTES DA SÉTIMA ARTE: "Lula, o Filho do Brasil" é indicado ao Oscar pelo Ministério da Cultura


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está impedido, pela legislação, de disputar um terceiro mandato consecutivo na Presidência, mas pode ver o filme sobre sua vida disputar, e ganhar, um Oscar.

"Lula, o Filho do Brasil", de Fábio Barreto, foi escolhido para representar o Brasil nas indicações ao Oscar 2011, informou nesta quinta-feira o Ministério da Cultura. A cinebiografia do presidente vai concorrer a uma das cinco vagas na disputa pelo Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira.

O presidente da Academia Brasileira de Cinema, Roberto Farias, disse que a escolha do filme ocorreu de maneira unânime pela comissão de seleção e que não há motivação política na opção pelo filme em meio à campanha eleitoral no país.

"Nossa posição não tem nenhuma ligação política. Lula é uma estrela aqui e fora daqui, internacionalmente conhecida", disse Farias, segundo o site do MinC.

"Votamos no filme que nos pareceu mais bem feito, que honra a cinematografia brasileira e tem como atriz Glória Pires, que se torna uma excelente candidata ao prêmio de Melhor Atriz", explicou ele.

A comissão de seleção era formada por nove integrantes do Ministério da Cultura, da Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional de Cinema do Brasil e da Academia Brasileira de Cinema.

O filme sobre Lula não chegou a ser sucesso de bilheteria, apesar da alta aprovação ao seu governo, segundo as últimas pesquisas. O percentual dos que consideram o governo ótimo ou bom é de 78 por cento, mostrou pesquisa Datafolha divulgada na quarta-feira. Para 17 por cento dos entrevistados, o governo é regular, enquanto 4 por cento o consideram ruim ou péssimo.

Candidata de Lula, Dilma Rousseff lidera a corrida eleitoral para sua sucessão. Na mesma pesquisa, Dilma aparece com 49 por cento das intenções de voto, contra 28 por cento de seu principal adversário, José Serra

(PSDB).

FOCO NO INDIVÍDUO

Baseado em livro homônimo da jornalista Denise Paraná, que co-assina o roteiro com Fernando Bonassi e Daniel Tendler, "Lula - O Filho do Brasil" percorre a trajetória do presidente desde a infância, saindo de Caetés (PE) em pau-de-arara em 1952, com a mãe, dona Lindu (Glória Pires), e irmãos, rumo a Santos (SP).

Em São Bernardo do Campo, Lula (na fase adulta, interpretado pelo estreante em cinema Rui Ricardo Diaz) tornou-se operário e sindicalista, antes de entrar para a política.

O foco da história está no indivíduo Lula. O filme procura uma abordagem emotiva, que coloca em primeiro plano suas relações familiares com três mulheres -além da figura forte da mãe, sua primeira mulher, Lourdes (Cléo Pires), que morreu grávida de oito meses, e a segunda, Marisa Letícia (Juliana Baroni).

O diretor Fábio Barreto sofreu um sério acidente de carro no Rio de Janeiro em dezembro e não participou do lançamento do filme, em 1o de janeiro. Ele recebeu alta em março e está em coma, em casa, disse a irmã dele, Paula Barreto, produtora de "Lula, o Filho do Brasil".

"Fiquei muito feliz, choramos muito. O filme merecia, era o mais apropriado para o Oscar", afirmou ela à Reuters, acrescentando que viajou bastante para divulgar a obra. "Nos Estados Unidos ele foi aclamado, me disseram que é a cara do Oscar, um filme que mostra a superação."

SEXTO LUGAR

A escolha da comissão de seleção do Ministério da Cultura foi divulgada na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

Uma enquete realizada pelo MinC, por meio de seu site oficial, havia indicado o filme "Nosso Lar" como o favorito do público para a corrida ao prêmio, seguido por "Chico Xavier", "Os Famosos e os Duendes da Morte", "O Grão" e "Antes que o Mundo Acabe".

"Lula, o Filho do Brasil" estava apenas em sexto lugar na pesquisa, e era uma improvável escolha entre os 23 filmes selecionados para a disputa. A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 20 de setembro.

O filme sobre Lula concorrerá com produções de mais de 95 países à indicação final.

A lista dos indicados ao Oscar 2011 será divulgada no dia 25 de janeiro, e a cerimônia de entrega está marcada para 27 de fevereiro

23 de set de 2010

Principal Líder militar das Farc foi morto hoje em ação do exército colombiano


O principal comandante militar das Farc, Víctor Julio Suárez Rojas, também conhecido como Jorge Briceño ou Mono Jojoy, foi morto em combate, informou nesta quinta-feira (23) um porta-voz do Exército da Colômbia. O procurador-geral do país, Guillermo Mendoza, também confirmou a informação.

A morte ocorreu durante a madrugada, em uma operação conjunta do Exército, das Forças Aéreas e da polícia, em uma região de selva na cidade de La Macarena, no departamento do Meta, na região central do país.

O corpo teria sido identificado, mas ainda estava no local, onde os combates prosseguiam. Pelo menos outros 20 combatentes teriam sido mortos.

Participaram dos combates 30 aviões, 16 helicópteros e cerca de 250 homens, segundo fontes do Ministério da Defesa.

'Mono Jojoy' nasceu em 5 de fevereiro de 1953 em Cabrera, departamento de Cundinamarca.

Ele vinculou-se ao grupo em 1975, como guerrilheiro raso. Havia recompensas milionárias por sua captura, oferecidas pelo governo da Colômbia e pelo Departamento de Estado dos EUA.

Contra ele, havia 62 ordens de prisão, por crimes como homicídio, sequestro e terrorismo.

A morte deve ser o principal golpe na guerrilha marxista desde 2008, quando morreram seu fundador Manuel 'Tirofijo' Marulanda e seus líderes Raúl Reyes e Iván Ríos.

As Farc são a guerrilha mais antiga da região. O grupo é considerado uma organização terrorista pelos Estados Unidos e a União Europeia. O governo da Colômbia acusa as Farc de obter rendimentos milionários com a produção e tráfico de cocaína.

Presidente celebra
O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, celebrou a morte de Mono Jojoy.

Santos, que está na sede da ONU em Nova York para a Assembleia Geral das Nações Unidas, disse que, com a morte, "caiu um símbolo do terror".

Em Bogotá, o ministro da Defesa, Rodrigo Rivera, disse que a operação "foi o mais forte golpe na história da Colômbia contra essa organização narcoterrorista" e atingiu "o coração" das Farc.

Roseana descarta ligação com médica presa



A candidata ao governo do Estado descarta ligações com a mulher presa acusada de compra de votos. Irmã da dona da casa diz que médica só queria ajudar carentes.

No dia seguinte após prisão de uma médica pela Polícia Federal suspeita de trocar consultas por votos a coligação de Roseana Sarney(PMDB) divulgou nota sobre o assunto. No local a PF encontrou panfletos de candidatos da coligação de Roseana e fotos da governadora aparecem na frente da casa. A candidata ao governo do Maranhão, Roseana Sarney, rechaça de forma veemente toda e qualquer tentativa de ligação da sua candidatura ao episódio da prisão de uma médica sob acusação de prestar consultas em troca de voto, num bairro de São Luís.” diz um trecho da nota.

O restante da nota acrescenta: Roseana Sarney afirma que a referida médica não integra o Comitê da Campanha da Coligação “O Maranhão não pode parar”, não tem qualquer vínculo oficial com sua campanha a governadora do Maranhão, e, sendo assim, não está autorizada a proceder em nome da candidata ou de qualquer membro da Coligação”.

A nota distribuída pela assessoria de imprensa da coligação da candidata do PMDB diz que Roseana “ reafirma que toda orientação de sua campanha é pautada no respeito à Legislação Eleitoral, e que a ninguém é dado o direito de ignorar as regras das eleições”.

Ontem, o IMPARCIAL foi ao local, onde a médica Silvana Teixeira e outras duas pessoas foram detidas pela Polícia Federal, em ação solicitada pelo Ministério Público Eleitoral. A proprietária da casa, recusou-se a falar com a reportagem, mas a irmã dela. Valdenice Araújo, de 44 anos, que trabalha como auxiliar de cozinha, decidiu quebrar o silêncio.

Ela negou qualquer envolvimento da médica com a prática de compra de votos para os candidatos do partido da atual governadora e revelou que Silvana Teixeira só estava no local para ajudar a população carente. “Não temos asfalto, saneamento básico, iluminação pública e muito menos acesso à saúde. Ela foi convidada para realizar algumas consultas gratuitas para nossa comunidade já que aqui não temos isso. Não teve nada haver com política”, alegou.

Os vizinhos não quiseram comentar sobre as consultas e muito menos sobre a possibilidade de terem aceitado votar em dois candidatos a deputados (estadual e federal) em troca de atendimento médico. A maioria dos cartazes colados foi arrancada pelos próprios moradores.

22 de set de 2010

ELAS CANTAM MINAS


No Paço do Zuzinha (Ao Lado Do Teatro Ferreira Gullar),sexta,24 de setembro,as 18:30.Entrada Franca. Não foram poucos os apelos e motivações que, ao longo do século passado, fizeram com que o território de que Imperatriz hoje é pólo fosse habitado por brasileiros de praticamente todos os estados do país.

Assim foi a procura por madeiras, já a caminho de esgotamento no centro-sul. Também a busca por clima e terras apropriadas à criação de gado (não é outra a razão para Pastos Bons ter o nome que tem...) bem como para a “abertura de novas fronteiras agrícolas”. E assim viriam depois o “ouro de Serra Pelada”; a construção da BR-010 (“Belém-Brasília”); o Programa Grande Carajás, com o Projeto Ferro, as siderúrgicas... e sua ferrovia; mais recentemente, a Hidroelétrica de Estreito. Os apelos continuam... Foi assim que para aqui vieram – uns, apenas para “ganhar dinheiro” e “passar”; outros, para ficar e constituir famílias, até “começando tudo de novo”... – nordestinos orientais (especialmente dos sertões=caatingas das Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí; e os do leste e centro-oeste, especialmente baianos, goianos e mineiros); assim como muitos “bandeirantes” paulistas, paranaenses, catarinenses, gaúchos... E imigrantes “de fora”. Todos eles para cá vieram, não somente com sua disposição para o trabalho e para ”abrir negócios”; mas, muito especialmente, com seus respectivos costumes: modos de falar, de vestir, de se alimentar, divertir... e de criar. Ou seja: com suas culturas diversas, representativas de todo o Brasil.

A Fundação Cultural de Imperatriz tem a missão de reencontrar, identificar e divulgar essas manifestações culturais brasileiras, expressas em nossa cidade e em nossa região. Isto está definido na lei de sua criação e no seu atual plano de trabalho. SEXTA ÀS SEIS E MEIA, o principal projeto de natureza integrada dentro da Fundação, procura exatamente cumprir tal missão, com estes objetivos: · divulgar as tradições artísticas das origens diversificadas da cultura regional · propiciar encontros criativos entre o compositores e cantores locais e regionais o apreciadores anônimos, de bom gosto, da produção artística brasileira, com destaque para as criações musicais locais / regionais · exercitar o reconhecimento dos diversos gêneros e ritmos musicais que compõem a multivariada criação dos que nasceram e dos que vieram residir em Imperatriz e região É neste contexto que se apresenta o ELAS CANTAM MINAS, com programação a ser desenvolvida por quatro cantoras nossas, interpretando criações do cancioneiro mineiro. Cada artista, com acompanhamento a seu gosto, apresentará cinco melodias, falando um pouco sobre suas origens e motivações. PAUTA DAS APRESENTAÇÕES LENA GARCIA ROMÂNTICOS - Vander Lee CLUBE DA ESQUINA N° 2 - Milton Nascimento/Lô Borges/Márcio Borges AMOR DE INDIO - Beto Guedes e Ronaldo Bastos PARA LENNON E McCARTNEY - Lô Borges, Márcio Borges e Fernando Brant O BÊBADO E A EQUILIBRISTA - João Bosco e Aldir Blanc MAYRA PRISCYLA SOBRE O TEMPO - Pato Fu DIAS MELHORES - Jota Quest ACIMA DO SOL - Skank CONSELHO DE UM CHAPADO - Ksis AMORES CRUZADOS - Ksis EVA BRITO Do seu lado - Jota Quest Quando te Vi-Beto guedes pra rua me levar - Ana Carolina Malandragem - Ana Carolina Eu - Pato Fu MARCELA BARROS sutilmente - Skank por perto - Pato Fu sobre o tempo - Pato Fu Travessia - Milton Nascimento Sol de primavera - Beto Guedes Noites com Sol - F. Venturine Coordenação e Produção AXEL CARLOS BRITTO Assessoramento e Editoração JOSÉ GERALDO DA COSTA

21 de set de 2010

Americana recebe transplante de rosto e defende doação de órgãos








  1. Connie Culp passou pela operação em dezembro de 2008.

    Connie Culp, primeira pessoa a receber um transplante de face nos Estados Unidos, declarou nesta semana a intenção de apoiar a doação de órgãos no país.

    "Uma pessoa pode fazer toda a diferença ao doar um órgão", afirmou Culp, em entrevista à Associated Press na mesma clínica na qual a operação foi realizada em dezembro de 2008.

    A norte-americana confessa que a família se aproximou depois da nova face. "Nós estamos mais próximos do que nunca", disse Culp. "É horrível dizer isso sobre minha família, mas é verdade."

    Após quase dois anos da cirurgia, a mulher de 47 anos já consegue sorrir, comer alimentos sólidos e conversar.

    Em setembro de 2010, a norte-americana falou durante um evento da LifeBanc, organização sem fins lucrativos para reconstrução de órgãos e tecidos no estado de Ohio.

    TIRO DE ESPINGARDA

    Atingida por um tiro de espingarda disparado pelo marido em 2004, Connie teria de respirar e comer por meio de um tubo caso a operação não fosse realizada.

    Uma nova cirurgia para corrigir sobras de pele nas bochecas e no queixo permitiu que Connie se livrasse de incômodas dores de cabeça. A mulher também consegue sentir o toque nas bochechas e pode comer um bife, algo que não fazia desde a tentativa de assassinato, há seis anos.


    A operação para transplantar a face de uma pessoa falecida para o corpo de Connie Culp durou 22 horas e foi realizada na Cleveland's Clinic pela cirurgiã Maria Siemionow. Foi a primeira operação do tipo nos Estados Unidos, seguida por um transplante em um homem chamado James Maki.

    A espera de quatro anos por um doador terminou com um procedimento que reconstruiu 80% da face de Connie, com a transferência de ossos, músculos, nervos, pele e vasos sanguíneos. Caso a equipe médica não encontrasse um doador compatível, outra chance só apareceria, provavelmente, depois de anos

Pastor Porto confiante que terá mais de 90% do apoio dos evangélicos


O pastor, que candidato a vice-governador na chapa de Jackson Lago, declarou que terá mais de 90% do apoio dos evangélicos e conta até com os católicos.

O candidato a vice-governador na chapa de Jackson Lago, pastor Porto, declarou que está recebendo apoio de diversas lideranças religiosas nos vários municípios visitados por ele e Jackson. "teremos um apoio muito maior dos evangélicos para o Dr. Jackson e Pastor Porto. Se em 2006 tivemos cerca de 80% do apoio dos evangélicos, na eleição de 2010 não será menos de 90%", declarou.

O candidato disse que até mesmo os católicos têm apoiado sua presença na chapa de Jackson. Em Santa Helena, pastor Porto almoçou com os Padres Domingos e Mauro Sérgio, na residência paroquial, onde disse receber a confirmação de apoio dos padres.


Durante a campanha, pastor porto está ministrando palestras bíblicas.

20 de set de 2010

VIROU MOLECAGEM, ATAQUE SELVAGEM DE ÍNDIOS AO COMBOIO NA BR 226

Mais uma vez voltou a acontecer na BR 226, assaltos a caminhoneiros na reserva indigena.
O caminhoneiro José Wellington Lima de Sousa, 37 anos, natural de São Luis, tornou-se mais uma das vítimas do ataque covarde de marginais ditos indios. O fato ocorreu na Sexta-feira, na reserva indigena.
José Wellington relatou na DEPOL (Departamento de Policia) de Grajaú que; ao trafegar pela BR na carreta VW/ 40.300, vermelha de placa IMJ 6738 / KEK 8367, tendo como roteiro da viagem São Luis-MA / Gurupi -To, transportando trilhos, foi abordado por cerca de 6 (Seis) indivíduos armados de espingardas, facões e revolver, acabaram fazendo o assalto.

O fato ocorreu quando viajava em comboio com mais duas carretas, que simultaneamente foram abordadas pelos meliantes. Os criminosos agiram com violência física contra o comunicante, espancando-o e também contra o veículo o qual teve o pára-brisa e o tacôgrafo quebrados.
Nessa ação criminosa os agressores levaram do caminhoneiro roupas pessoais, relógio celular e uma quantia de R$ 980,00 e a nota fiscal da mercadoria transportada.
Isto é uma vergonha para nossos governantes.

19 de set de 2010

Tiririca terá a maior votação do Brasil



O palhaço Tiririca (PR), que provoca risos e polêmica desde que suas controversas propagandas foram ao ar na TV, seria, se a eleição fosse hoje, o deputado federal mais votado em todo o país.


Pesquisa Datafolha mostra que ele obteria 3% dos votos em São Paulo, chegando a 900 mil, considerando-se a proporção de 30 milhões de eleitores do Estado.


Tiririca venceria políticos tradicionais como o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) que, assim como o também deputado Márcio França (PSB-SP), aparece na sequência, com 1% dos votos, chegando a uma estimativa de cerca de 300 mil cada um.


Tiririca teria mais votos do que Maluf teve nas eleições de 2006, quando foi o deputado mais votado em todo o Brasil, com 739 mil votos.


Em termos absolutos, em toda a história só perderia para Enéas Carneiro, morto em 2007, que nas eleições de 2002 foi anotado na urna por 1,5 milhão de eleitores.


Outras votações históricas, como a de Lula em 1986 --650 mil--, também seriam superadas. Neste caso, ressalve-se, o colégio eleitoral era menor do que o de hoje.


O interesse sobre o palhaço é tanto que, desde a semana de 15 de agosto, o Google afere mais buscas por Tiririca do que por Dilma Rousseff, José Serra ou Marina Silva.


Alvo de adversários


Por causa de sua propaganda --"vote Tiririca, pior que tá não fica", "o que faz um deputado federal? na realidade eu não sei"--, cujo texto teve a participação de integrantes do grupo de humor Café com Bobagem, com quem trabalhou em "A Praça é Nossa", do SBT, o palhaço virou mote de adversários.


Já foi criticado por candidatos como Márcio França --que investiu no discurso de que política é coisa séria--, socado simbolicamente por Maguila (PTN) e levou Paulo Skaf (PSB) a mostrar imagem de si próprio como palhaço.


Além deles, Said Mourad (PSC) usou um candidato falso ("Larica 0000"), vestido como Tiririca, para logo advertir que "voto não é piada".


Fora da TV, até aliados como Aloizio Mercadante (PT), que tem o apoio do PR na eleição paulista, vieram a criticá-lo. O petista pediu ao eleitor, em debate Folha/RedeTV! desta semana, que não transformasse o voto "em um protesto" e que votasse em políticos sérios.


Forasteiros


Outros outsiders da política também aparecem bem mencionados na pesquisa. O ex-jogador Romário (PSB), que estreia no certame eleitoral fluminense, tem 1% das menções. Em um colégio de 11,5 milhões de eleitores, poderia angariar 115 mil votos.


Mais um ex-atleta bem posicionado é o ex-goleiro Danrlei, que fez carreira no Grêmio. Ele aparece, entre os gaúchos, com 1% das intenções, o que lhe daria 80 mil votos, considerada a proporção de eleitores no Estado.


Dentre os candidatos que exercem ou já exerceram mandatos parlamentares se destacam, no Rio, o ex-governador Anthony Garotinho e o apresentador e deputado estadual Wagner Montes.


Garotinho, do mesmo PR de Tiririca, teria 2% e seria o mais bem votado no Estado, com 230 mil votos.


Wagner Montes (PDT) tem o mesmo 1% de Romário, assim como o deputado federal Jair Bolsonaro (DEM).


No Rio Grande do Sul, Manuela D'Ávila (PC do B), a deputada mais votada entre os gaúchos em 2006, pode repetir o feito. Com 2% das intenções, teria 160 mil votos.


Em Minas Gerais, segundo maior colégio do país, oito candidatos aparecem empatados em primeiro com 1%, sendo seis do PT.


Indecisos


A pesquisa mostra também que dois em cada três eleitores (66%) ainda não decidiram em quem votar para deputado federal.


Fonte: Folha

14 de set de 2010

NO MARANHÃO: Indústria do analfabetismo funciona a todo vapor

Estatística mostra um quadro deprimente na educação maranhense, pois são mais analfabetos jovens do que adultos.

O Maranhão precisa reverter urgentemente seu problema em educação, a fim de permitir que o contingente populacional que se encontra na faixa etária de almejar postos de trabalho nos grandes projetos em implantação ou prestes a se implantar estejam em condições de pleitear essas vagas. De acordo com a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (PNAD 2009), divulgada quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dos 631 mil adolescentes com idade entre 15 e 18, ou seja, que deveriam estar cursando o ensino, 43,23% ainda não se encontram em sala de aula, e dificilmente conseguirão recuperar o tempo perdido.

Este, aliás, é um dos indicadores mais perversos da pesquisa, pois mostra que o Maranhão tem um índice muito acentuado de pessoas sem instrução. Dos 5,851 milhões com idade acima de 5 anos, 1,193 milhão não são alfabetizados. Em comparação a 2008, até que houve um avanço, porém bem inexpressivo, já que este contingente era de 1,214 milhão, isto é, houve uma redução de 121 mil pessoas.

Para a pedagoga Conceição Raposo, que já foi secretária de Educação, no início do governo de Edison Lobão, os números do IBGE são, de certa forma, assustadores, pois coloca o Maranhão entre os estados mais atrasados. De acordo com ela, o que preocupa é o fato de as novas gerações (crianças e adolescentes) estarem fora da sala de aula. “No Ensino Médio, encontramos 333 mil estudantes de todas as faixas etárias porém a a população com idade entre 15 e 18 anos, que deveria frequentar esse nível de ensino, é de 631 maranhenses, o que significar que 43,23% desses jovens não se encontram em sala de aula”, acentua.


Planejamento


Para o professor de História Júlio Pinheiro, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Simproessema), esses dados revelam a falta de planejamento do governo em Educação. Ele recorda que somente há poucos anos, o ensino médio chegou a todos os municípios, portanto é compreensível, embora não aceitável, encontrar tantos jovens ainda sem nenhum tipo de instrução.

Júlio Pinheiro lamenta também o fato de que há mais pessoas na faixa entre 5 e 14 na lista dos analfabetos do que adultos com idade acima dos 60 anos. “Isto é uma prova de que não existe nenhum planejamento com vistas à educação infantil”. Pela tabela 3.1 encontram-se os registros de 188 mil analfabetos, com de idade de 5 a 6 anos; 53 mil, de 7 anos; 52 mil, de 8 a 9 anos; 45 mil, de 10 a 14 anos. É como se fábrica de analfabetos estivesse funcionando a pleno vapor no Maranhão, e basta comparar o que ocorre entre as crianças de 5 a 6 anos para se chegar a esta conclusão, pois são 65 mil alfabetizadas contra 188 mil analfabetas.

Júlio Pinheiro torce para que esses números levem a classe dirigente a uma reflexão sobre as mudanças que se fazem necessárias no setor educacional. Para não é possível, por exemplo, que ainda se contrate professores com prazo de validade, do contrato, antes de encerramento do ano letivo. “Se por alguma razão o calendário escolar é retardado e os contratos desses professores se extinguem, as aulas não são repostas”, critica.
Tanto Conceição Raposo quanto Júlio Pinheiro cobram mais investimentos na educação, para que o Maranhão saia urgente desta quadro vexatório.


Contradição


Apesar de o momento eleitoral estimular a apresentação de balanços que não correspondem a realidade e de promessas que não conseguirão ser atingidas a curto prazo, o quadro real desafia os políticos.
Os números do IBGE, afinal de contas, contraditam com a promessa de distribuição das oportunidades de emprego nos grandes projetos para jovens, já que estes não estão em condições de sequer de pleitear uma vaga.



Radiografia da ignorância


- 43,23% dos jovens com idade para estarem cursando ensino médio não se encontram ainda em sala de aula.

- 17,37% da população com 10 ou mais anos de idade, o que corresponde a 901 mil maranhenses, são analfabetos.

- 19,09% da população de 15 anos ou mais de idade, correspondentes a 856 mil maranhenses, são analfabetos.

- 34,28% da população de 10 anos ou mais de idade são analfabetos ou analfabetos funcionais (com menos de 4 anos de escolaridade), o que corresponde a 1,778 milhão de maranhenses.

- Apenas 29 mil jovens com 15 anos ou mais, ou seja, 3,38%, estão matriculados no ensino fundamental.

- No Ensino Médio, são 333 mil estudantes de todas as faixas etárias, enquanto a população na faixa de 15 a 18 anos, que deveria frequentar esse nível de ensino, é de 631 maranhenses.


- Mesmo considerando as matrículas do ensino médio, 43,23% desses jovens não se encontram ainda neste nível de educação.

13 de set de 2010

QUAL INTERESSE?


Assisti o Fantástico e fiquei muito triste como trataram o Prof. Frazão, não sou daqueles que acha que só devemos falar das coisas boas e não das negativas, acho que devem falar de todas e procuramos tirar lições das que estiverem errados. há por trás desta reportagem, não só a noticia como também interesses de Laboratórios multinacionais, os mesmos que já tentaram patentear as descobertas do Prof. Frazão.

Conheço muitas pessoas que foram tratadas com as pomadas e se deram muito bem, a Rede Globo tinha que aprofundar os testes e ouvir as explicações do Prof. que já foi premiado até no exterior (ucrania) e etc.

Pela maneira que tentaram denegrir as descobertas, tenho certeza que tem muita gente interesada nessas descobertas. Vá enfrente Professor

11 de set de 2010

Crise provoca onda de demissões na TV Mirante do Maranhão


Uma série de demissões está ocorrendo nos bastidores da TV Mirante do Maranhão, afiliada da TV Globo, atingindo as emissoras pólos-regionais, de Timon, Caxias, Codó, Bacabal, Chapadinha, Balsas e Açailândia. O escritório de Balsas já foi desativado segundo uma fonte revelou para o blogueiro, a crise provocou demissões nos mais diferentes departamentos da TV, como jornalismo, técnico, administrativo e serviços gerais. Para se ter idéia, em Imperatriz, Timon e Caxias, os funcionários das unidades regionais da Mirante estão apavorados diante das ameaças de demissões, até porque, continuam ocorrendo a cada semana. Na verdade, ninguém está seguro. O clima é de instabilidade total na emissora do grupo Sarney.

BNB cobra dívida da Mirante

Em julho de 2009, o jornal Folha de S.Paulo, publicou matéria que mostrava que o BNB (Banco do Nordeste do Brasil), estatal controlada pela União, cobrava na Justiça dívida de R$ 12 milhões por empréstimos tomados pela Televisão Mirante, pertencente aos filhos do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Metade da cobrança, que em valores atualizados atinge R$ 14 milhões, refere-se a dinheiro público do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), vinculado ao Ministério do Trabalho. A TV nega as dívidas, diz que já pagou R$ 3,1 milhões e não se considera mais devedora, após ter obtido duas vitórias na Justiça do Maranhão. O BNB recorreu, em maio último, ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Fonte: Blog Ademar Sousa

9 de set de 2010

Filhas do Seu Madruga vão leiloar figurino usado pelo pai no seriado Chaves



Sem dinheiro, herdeiras de Ramón Valdez já tentaram acordo com Roberto Bolaños

Ramón Valdez morreu em 1988 e deixou dez filhos, frutos de seus três casamentos

A família de Ramón Valdez, ator que interpretou o Seu Madruga do Chaves, está passando por dificuldades financeiras.

Segundo boletim divulgado pela rádio colombiana Santa Fe, as filhas do ídolo mexicano estão planejando um leilão com as roupas que ele usava no seriado.

Ramón morreu em 1988, aos 65 anos, e deixou dez filhos – frutos de seus três casamentos, um deles com a cantora Aracely Julián, também famosa no México.

Ainda de acordo com o boletim da Santa Fe, as filhas de Ramón Valdez tentaram um acordo com Roberto Bolaños – criador e intérprete do Chaves – para tentar ganhar um pouco mais com os direitos de imagem do pai. O trato não foi aceito.

Batalhas na Justiça

Roberto Bolaños detém os direitos de todos os personagens da série Chaves – escrita por ele.

Até hoje a atriz Antonieta de las Nieves, que vivia a Chiquinha, trava briga judicial para poder usar o nome e voltar a interpretar a garota da vila.

Para se apresentar com seu circo, o ator Carlos Villagrán precisou mudar a grafia do nome Quico (personagem que vivia em Chaves) para Kiko.

Os atores do seriado recebem – como dito – apenas os valores relativos ao direito de exibição de suas imagens

8 de set de 2010

JACKSON LAGO: Agradável Surpresa


Estive no final de semana em Barra do Corda, os familiares de minha esposa são de lá, onde carros de som anunciavam para segunda feira às 8:00 um recepção e carreata com o candidato Jackson Lago, pensei comigo vai ser um fiasco, pois o candidato não tem mais seus aliados de conveniência, nem dinheiro para campanha, nem carros de som, e de manhã logo cedo véspera de feriado onde os funcionários público foram todos dispensados (feriado antecipado) com ponto facultativo, vai ser vergonhoso pensei.
Ainda por cima o filho do atual prefeito candidato Rigo Teles (já foi aliado de Jackson) a reeleiçao de Deputado Estadual resolveu fazer na mesma hora que a de Jackson um carreata apenas para esvaziar a do ex-Governador.
Qual foi minha surpresa e agradavel o tanto de gente e carros que tinha nesta carreata logo cedo e sem nenhum aliado de peso na cidade só o povão. Reascendeu o meu pensamento de não será tão facil como eles estão apregoando por aí, e com certeza haverá segundo turno e aí as coisas se complicarão.

6 de set de 2010

Danilo Gentili diz que “palhaçada é Lula aliado de Sarney”

O humorista do “CQC” (Band) Danilo Gentili afirmou que não votará no Tiririca durante o Bate-papo UOL, em que ele responde a perguntas de internautas. “Ele não vai ganhar. Mas tem o direito de ir lá e falar o que quer. O que eu acho palhaçada é o Lula aliado do Sarney e do Collor”, critica.

O comediante ainda falou sobre o movimento “Humor sem Censura” e a suspensão pelo Supremo Tribunal Federal do artigo que proibia os humoristas de fazerem piadas com políticos em rádio e televisão.

“Em qualquer lugar do mundo, o humorista é o moleque da sociedade, a criança que abre a boca e fala o que tem na cabeça. Mas aqui no Brasil, humorista não pode falar o que quer e não é só com político”, critica.

Danilo também contou que está escrevendo o stand-up “Politicamente Incorreto”, que apresentará no dia 1º de outubro, no Teatro Nacional, em Brasília.

3 de set de 2010

CAVALO DE AÇO: Reliquias

Folheando meus albuns de fotografias encontrei essas raridades do cavalo de aço de 1975, em jogo contra o Bacabal pelo Intermunicipal (representou neste ano a cidade) com 3x1 para o Cavalo com Baima, Joãozinho, Itapoã, Vinte e um, Não identificado, Lima,
José Jorge, Dedé, Ademir, Queiroz e outro, mascote é Lucena, hoje Presidente da Fundação Cultural de Imperatriz


Cavalo de Aço de 1975 em um jogo contra o Sampaio o segundo após a inauguração dos refletores na foto: Major Aboud, Vinte e um, José Jorge, Itapoã, Renato Tijolada, não identificado, Joãozinho: agachados só de dois lembro-me, Dedé e Marcosa. (click nas fotos para ampliar)









1 de set de 2010

BONS TEMPOS...era o 7 de setembro


Fanfarra do Bernardo Sayão em 1974 (click na foto para ampliar)

Estamos na Semana da Pátria, lembro-me quando era estudante 2 periodos que esperavamos com muita ansiedade, era 7 de setembro e as férias que eram bastante longas era de dezembro à março.


Os preparativos para o desfile começavam com bastante antecendêcia, vários meses antes. a primeira vez que desfilei foi em 70 a seleção tinha ganho o tri-campeonato e a diretora da Escola Batista (Dona Eliacy, Moçambicana) no qual estudavamos resolveu homenagear a Seleção, saimos um pelotão com agasanho da seleção, aquí não vendia malha na época foram feitos de tecidos mesmos.


Depois fui para o Colégio Estado de Goiás e fui convidado para a Fanfarra e foi o ápice para mim, tinha muito envolvimento da escola, alunos e pais. Escolhiam a garota mais bonita da escola para ser baliza.


o pessoal tinha privilegios não precisava assistir aulas nos dias de ensaio e todos os dias iamos ensaiar e havia uma disputa entre as escolas de quem era a melhor fanfarra, Escola Técnica de Comércio, Bernando Sayão, Cristo Rei e outros.


Na vespera então, era aquela ansiedade, com a organização do uniforme, costureira, com os intrumentos esquentavamos pela madrugada no fogo para esticar o couro (era de couro mesmo)


minha mãe preparava um mingau especial, pois era um dia bastante cansativo, naquele tempo o desfile começava no Entroncamento e ia até a Escola Gov. Archer. Bons tempos aqueles, só quem teve uma infância feliz saber como era gostoso.
Na foto a cima o primeiro à direita é Wigson hoje pastor e diretor do cavalo de aço, o segundo é Janio Arley radialista, no centro Célio Louza




SUPERAÇÃO: Estudante com dislexia e paralisia cerebral se forma em história

Nem mesmo o diagnóstico de paralisia cerebral, a baixa visão e a limitação motora impediram que o jovem Luiz Garcia, 30 anos, realizasse o ...