4 de out de 2010

Jornalista Marco D'Eça estava entalado na garganta com a cidade de Imperatriz. Leia seu equivocado desabafo


Estas eleições derrubaram mais dois mitos criados pela oposição maranhense.

O primeiro: o eleitor de São Luís não se deixa mais levar por oportunistas e pelo discurso cansado do anti-sarneysismo, inventado exatamente para beneficiar os que fazem da oposição uma espécie de carreira.

Roseana ganhou a eleição na capital maranhense com mais de 43% dos votos, sepultando o mito da ilha rebelde – ou melhor, ilha rebelde sim, que se rebelou contra os que sempre a usaram sem dar nada em troca.

O segundo mito é exatamente a importância que passaram a dar a Imperatriz no contexto eleitoral do Maranhão. Esta eleição provou que a influência daquela cidade não altera em nada o resultado das eleições no estado.

Exemplo: Jackson Lago teve nada menos que 73% em Imperatriz, contra apenas 14% de Roseana. Mesmo assim, foi Roseana quem vecneu as eleições.

Isto também deve ser observado pelos líderes do governo, que se deixam submeter às pressões tocantinas, que quer o bônus de ser Maranhão, mas não assume o ônus de ser maranhense.

Alan Neto disse:
04/10/2010 às 01:09
Prezado Marco,

Também creio que quebramos paradigmas ou mitos, como queira, porém gostaria de registrar que a região tocantina e em especial Imperatiz é sim muito importante do ponto de vista socio-econômico e também politicamente. E sei que a governadora sabe disso, essa situação eleitoral que ela vive em Imperatriz desde a eleição passada se deve a vários fatores, principalmente as pessoas que a representavam na região que não souberam passar a ela os anseios e desejos daquele povo empreendedor, generoso e acolhedor . Por fim tenho certeza que, como ela mesmo disse em um dos vts de 30″ que rodava no horário eleitoral gratuito, “eu e vocês ainda nos daremos muito bem”(ela Roseana e o povo de Imperatriz), pois com presença constante, obras que estão em curso e muitas outras que já estão prometidas ela certamente reverterá essa situação.

parabéns a governadora, parabéns a nós e parabéns ao Maranhão.

Alan Neto – ludovicense de fato e coração, Imperatrizense de coração.
Diretor Sistema Mirante Imperatiz

abraços,

resp.: Sinceramente, Alan? Não acho não, cara. Acho qeu o maranhão poderia viver muito melhor sem eles.

Whallassy disse:
04/10/2010 às 03:01
Revoltante e nojento o seu cometário! Sou de Imperatriz e fico indignado ao ver a baixada pobre do Maranhão se submeter a essa lastima do nosso estado!
Menos educação ao povo quer dizer mais votos a eles!
E é assim que ela faz!
Até o Cancer consumir de vez isso tudo!
Teremos paz!

Resp.; Então fique aí na sua terrinha, que não faz falta nenhuma pra cá.

Um comentário:

  1. Se não faz falta, por que o a gentalha do BIGODE e seus baba-egs tremem só em ouvir falar em Maranão do Sul?

    Mas aos poucos nossa região está se libertando. E quando a idiganção do povo de Imperatriz se espalhar por todo o Sulmaranhense, e a gentalha sentir que os votos dessa região faz muita diferença, vocês todos vão implorar pela separação, mesmo que isso signifique perder os milhões em impostos, taxas e etc., que diariamente a capital suga do nosso povo . É isso que nós buscamos e é isso que vacom conseguir. Xô Cambada! E Maranhão do Sul Urgente.

    Spaghetti

    ResponderExcluir

SUPERAÇÃO: Estudante com dislexia e paralisia cerebral se forma em história

Nem mesmo o diagnóstico de paralisia cerebral, a baixa visão e a limitação motora impediram que o jovem Luiz Garcia, 30 anos, realizasse o ...