11 de jul de 2010

Irmão do Goleiro Bruno mora no interior do Piauí e fala à imprensa


Após ter dado, em primeira mão, uma entrevista, Rodrigo Fernandes, o irmão do goleiro Bruno, preso acusado de participação no assassinato da ex-amante Eliza Samudio, que mora na cidade de Campo Maior e vive do salário de gari da Prefeitura Municipal de Campo Maior, vem sendo procurado por todo o restante da imprensa local e por grandes veículos da imprensa nacional.

Veículos como Rede Record, O Globo, Folha de São Paulo, R7 e LanceNet procuraram auxílio para descobrir quem é e onde mora Rodrigo, 22 anos. Ao Maior Portal do Piauí ele contou tudo, sobre o relacionamento que teve com o irmão e até deu sua opinião sobre o caso. Na oportunidade, em matéria veiculada na tarde de quinta-feira, um dia após seu irmão mais famoso ser preso, ele explicou até sobre ter sido preso, por duas vezes, em Teresina.

Desta vez para que o leitor entenda e conheça quem é na verdade Rodrigo Fernandes. Em uma humilde casa de dois cômodos, construída na periferia da cidade de Campo Maior-PI, a cerca de 100 km da capital, mora o gari Rodrigo Fernandes das Dores de Souza, 22 anos, irmão de Bruno, goleiro do Flamengo-RJ, acusado de envolvimento na morte da ex-amante, Eliza Samudio. Diferentemente do estilo de vida adotado pelo irmão mais velho, que recebe do atual clube de futebol o salário de R$ 200 mil, Rodrigo vive com a companheira, Alexandra, há um ano e passa por uma série de dificuldades. Além de já ter sido preso, ele teve que conviver com a desestruturação da família e com o desprezo do próprio irmão que, segundo ele, não fornece nenhum tipo de auxílio.


LÉBISCA, MÃE TERIA SIDO ALVO DE PRECONCEITO
Seu Maurílio teve uma segunda mulher, chamada Edna, com quem teve duas filhas, Yasmin e Pâmela, que moram na capital do Piauí, no bairro Vila Bandeirante, zona Leste. Ele morreu em agosto de 2002. Dona Sandra viveu com outra mulher e assumiu ser lésbica. Mesmo assim, teve quatro filhos, dois deles chama-se Pedro e Beto.


Ao retornar a Belo Horizonte com 17 anos, ele descobre um cenário diferente daquele que imaginara: Bruno tinha constantes discussões com a mãe, Sandra Cássia, por conta dela ter assumido relacionamento com outra mulher. Pelo fato de sair em defesa da mãe, Rodrigo acabou sendo repreendido por Bruno, que o expulsou de sua residência. O gari voltou a Teresina e passou a morar no bairro Dirceu, zona Sudeste, onde conseguiu emprego. A mãe ‘de sangue’ foi morar em Alcobaça, no sul do estado da Bahia.


“BRUNO VIRA AS COSTAS QUANDO PRECISO DE AJUDA”
Rodrigo contou ainda que depois que a mãe assumiu o relacionamento com outra mulher, o goleiro do Flamengo desprezou os familiares, já que não aceitava a condição sexual de Cássia. “Ele abandonou a minha mãe. Após a separação dos meus pais, aconteceu um pequeno problema: é que ela se relaciona com outra mulher, o Bruno não aceitou o relacionamento das duas. Virou as costas para toda a família”, detalha, contando que o irmão chegou a comprar uma casa na Lagoa da Pampulha para ela, mas voltou atrás porque Cássia disse que não abriria mão de ficar com a namorada.


Ainda segundo ele, Bruno chegou a reencontrar a mãe em um programa de televisão e prometeu ajuda. “Ele avisou que ia ajudar a mãe. Ela, de tanta emoção, 20 anos sem conhecer o filho, teve problemas no coração, foi internada e quase morre. Passou tempos se recuperando. Para não dizer que ele não fez nada, deu dois mil reais, pegou a mãe, internou e operou. Mas, depois disso, nem procurou para saber como ela tava, abandonou a família completa”, disse Rodrigo. O irmão do goleiro nega que Bruno tenha dado outra ajuda aos familiares. “O familiar que meter a cara na televisão ou em qualquer programa para dizer que o Bruno ajuda está mentindo. O bruno nunca ajudou nenhum dos familiares. Quando eu ligava para o bruno, a única coisa que ele perguntava pra mim já era com ignorância: o que é que você quer? Quando eu falava de ajuda, o Bruno desligava o telefone. Se fosse possível até mudava de numero de telefone”, falou, decepcionado.


Fonte: Site 180 Graus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinceramente, o Brasil atual tem jeito?

Que olha a cena político-social-econômica atual se pergunta sinceramente:o Brasil tem jeito? Um bando de ladrões, travestidos de senadore...