30 de dez de 2010

PSDB quer impedir que Leandro do KLB substitua Bruno Covas na Assembleia


Ao confirmar o deputado Bruno Covas (PSDB) em seu secretariado, o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, abriu espaço para o cantor Leandro (do grupo KLB) na Assembleia Legislativa do Estado.

Com 62,4 mil votos, Leandro Scornavacca (DEM) é o primeiro suplente da coligação formada, em São Paulo, por seu partido com o PSDB.

Tucanos, contudo, podem tentar barrar a nomeação de Leandro.

Campeão de votos no Estado (239,1 mil), Covas é do PSDB e, portanto, sua vaga deveria ficar com a legenda. É essa a avaliação do secretário-geral do PSDB, Cesar Gontijo. Ele sustenta que há histórico do STF (Supremo Tribunal Federal) em dar a vaga ao partido, e não à coligação.

"O entendimento do PSDB é de que a cadeira é do partido. O STF, de forma correta, entendeu que é do partido também", disse, ressaltando que o assunto ainda não foi discutido pela Executiva do PSDB.

Nesse caso, Ramalho da Construção que teve 62.987 votos, 11 a menos do que Leandro evitaria que a bancada tucana encolhesse para 22 deputados.

A bancada democrata emplacou oito deputados para a próxima legislatura atrás de PT (24), PSDB (23) e PV (9).

Os deputados estaduais serão empossados no início de março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinceramente, o Brasil atual tem jeito?

Que olha a cena político-social-econômica atual se pergunta sinceramente:o Brasil tem jeito? Um bando de ladrões, travestidos de senadore...