13 de dez de 2010

Matador do deputado João Batista do Pará, é assassinado com 13 tiros



Péricles Ribeiro Moreira, o "Pelha", de 44 anos, Irmão do Deputado Penaldon (PSC) do Maranhão Foi morto com 13 tiros por volta do meio-dia de sábado, 11, no no Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, no Piauí, onde, até ontem, domingo, dia 12, estava sendo realizada a 60ª Edição da Exposição Agropecuária do Piauí (Expoapi). Ele respondia a quatro processos criminais pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE-PA) e foi condenado pelo assassinato, ocorrido em dezembro de 1988, do então deputado estadual João Batista, do PSB. As informações sobre o crime foram obtidas no Instituto Médico Legal do Piauí, de onde o corpo foi liberado ontem. O parque de exposição fica distante cerca de 20 quilômetros de Teresina, e segundo informações, o investigador Soares, da 21ª Delegacia de Polícia, onde o caso está sendo investigado, três homens atiraram em Péricles e fugiram.

Confirmação - A Polícia Civil do Pará, segundo sua assessoria de imprensa, vai obter informações sobre o caso somente a partir de hoje. Deverá haver um procedimento junto à Polícia Civil do Piauí para que se confirme que a pessoa assassinada no Piauí é a mesma que matou João Batista. Sua então esposa, a vice-prefeita de Ananindeua, Sandra Batista, foi procurada para comentar o assunto, mas não atendeu as ligações feitas pela reportagem durante todo o dia de ontem.

Segundo relatos preliminares obtidos pela polícia, três homens armados surgiram em um Corsa classic vermelho na entrada lateral do parque de exposições, próximo ao posto fiscal da Secretaria de Fazenda. No momento "Pelha" descarregava cavalos que seriam expostos na feira agropecuária. Populares ainda informaram que os suspeitos teriam se identificado para a vítima como policiais. Houve luta corporal e depois uma série de disparos, 13 atingiram e mataram "Pelha".

A execução aconteceu por volta de 16h30 e tem todas características de crime de encomenda. Entre as armas utilizadas está uma pistola ponto 40 (uso exlcusivo da polícia). Segundo a polícia piauiense, os acusados teriam fugido em direção a Teresina.

O deputado estadual do Piaui Penaldon Jorge, irmão de "Pelha", que estava muito abalado com a notícia, confirmou que durante a madrugada de hoje seguiria para Teresina.

Justiça - Pericles cumpriu prisão pela execução encomendada da morte do deputado estadual João Batista (PSB). O crime ocorreu em dezembro de 1988, em Belém, quando a vítima chegava em sua casa. Ele já havia sido preso algumas vezes no Maranhão, estava em condicional, e atualmente morava e trabalhava em Teresina.

A morte de Batista aconteceu três horas depois de ele revelar, na Assembleia Legislativa paraense, as constantes ameaças recebidas por denunciar a violência praticada contra os trabalhadores rurais e defender a reforma agrária e o socialismo. O parlamentar foi morto diante de Sandra e seus filhos, no centro de Belém.

Um comentário:

  1. só lamento é que talves os principais responsáveis pela morte de j. Bastista ficaram empune.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...