18 de out de 2011

É ARMAÇÃO: Árbitro denuncia ameaças sofridas no Frei Epifânio d’Abadia







O Arbitro que apitou Imperatriz e Sampaio, Gladstonni Viana de Oliveira, relatou na súmula, que após a partida, cerca de 20 a 30 torcedores do Imperatriz adentraram no corredor de acesso ao vestiário dos árbitros com a intenção de agredir a ele (Gladstonni) e seus assistentes (Geison Mendes dos Santos e João Fonseca de Sousa), passando a chutar e bater na porta e sempre proferindo de ameaça como:

“Hoje vocês vão morrer, filhos da p…, ladrões, safados, vamos pegar vocês na saída do estádio ou na rodoviária”. Segundo ainda Gladstonni de Oliveira, somente com a interferência policial que os torcedores saíram do estádio, mas que ficaram na parte de fora continuando com as ameaças e que, por isso, o trio teve de deixar o Frei Epifânio d`Abadia com auxílio da força policial, que acompanhou os árbitros até eles pegaram o ônibus de volta para São Luís.

O relatório pode complicar o Imperatriz no segundo turno da Copa União. Por causa do péssimo comportamento dos torcedores, o Cavalo de Aço corre o risco de perder mando de campo de algumas partidas, quando a denúncia for julgada pela Comissão Disciplinar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...