16 de jun de 2012

Juiz Márlon Reis fará palestra na Conferência Rio +20

O juiz Márlon Reis (foto) é um dos palestrantes da Rio+20 (Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvido Sustentável), que tem como objetivo renovar o compromisso político com o desenvolvimento sustentável, avaliando o progresso e as lacunas na implementação das decisões adotadas pelas principais cúpulas sobre o assunto.

No evento, que está sendo realizado no Rio de Janeiro, Reis vai desenvolver amanhã, sábado (16), o tema “Combate a corrupção e políticas públicas ambientais”. A palestra faz parte da mesa redonda “Fazendo as finanças climáticas trabalharem pelo desenvolvimento sustentável no Brasil”. A Rio+20 começou no dia 13 e se estende até o dia 22.

O convite para participação do juiz na Conferência foi feito pelas Organizações Não-Governamentais ‘Transparência Internacional e ‘Amarribo’.

Atualmente, Márlon Reis atua na comarca de João Lisboa, no sul do Estado – é um dos autores do projeto de lei que deu origem à Lei da Ficha Limpa e o responsável pela organização do livro ‘Ficha Limpa: Lei Complementar n° 135/10.
Ele é o único representante do Judiciário maranhense na Conferência Internacional, onde apresentará o projeto “Uma sentença, uma Árvore”, idealizado pelo juiz para estimular o plantio de árvores a partir do número de sentenças proferidas. No município de João Lisboa a iniciativa vem sendo efetivada com a participação do Tribunal de Justiça, empresas e organizações sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinceramente, o Brasil atual tem jeito?

Que olha a cena político-social-econômica atual se pergunta sinceramente:o Brasil tem jeito? Um bando de ladrões, travestidos de senadore...