21 de mar de 2012

A ALUCINAÇÃO COLETIVA NO MERCADO IMOBILIÁRIO DE IMPERATRIZ EXPLICA O QUE ESTÁ ACONTECENDO NO SHOPPING E NA RODOVIÁRIA...

Blog do Marcelo Lira

NEM SEMPRE O QUE VOCÊ VÊ CORRESPONDE A REALIDADE,
ASSIM ESTÁ O MERCADO IMOBILIÁRIO DE IMPERATRIZ...
Imperatriz está vivendo um momento de crescimento em função de uma série de investimentos da iniciativa privada, que poderia ser melhor aproveitados caso os investimentos do setor público fossem compatíveis, mas mesmo assim esse momento vem gerando um fenômeno de "ALUCINAÇÃO COLETIVA" no setor imobiliário que está sendo muito bem aproveitado por alguns espertalhões.
Um exemplo claro é o Shopping Tocantins com diversas lojas fechadas e algumas prestes a baixar as portas, e outro exemplo claro são os box da "nova" Rodoviária, onde quase todos estão fechados ou fechando.
Em ambos os casos o valor dos alugueis e outras taxas foram super-dimensionado, o que onerou demasiadamente os custos fixos e tornou inviável as atividades comerciais nesses locais, e a "ALUCINAÇÃO COLETIVA" causada pela euforia do crescimento do município fez com que os empreendedores locais desprezassem o poder do planejamento de um bom e eficaz plano de negócios.
Há pouco tempo atrás fui conhecer um loteamento entre os municípios de Imperatriz e Davinópolis e a corretora estava tentando me vender um terreno, literalmente, dentro de um buraco, por R$ 30.000,00; fingi que achei interessante e caí fora.
E esse cenário se reflete em todos as áreas do setor imobiliário, seja pra venda ou aluguel, seja comercial ou residencial...

Um comentário:

  1. Muito bem colocado seu comentário, há mais 0u menos um ano e meio eu falei para algumas pessoas que em três ou quatro anos teríamos clientes procurando corretor para dar-lhe um corretivo, atualmente há pessoas endividadas em função do boom imobiliário forçado, protagonizado por alguns espertalhões como você colocou. Muitas pessoas ficarão em apuros daqui há algum tempo.

    ResponderExcluir

Sinceramente, o Brasil atual tem jeito?

Que olha a cena político-social-econômica atual se pergunta sinceramente:o Brasil tem jeito? Um bando de ladrões, travestidos de senadore...