2 de abr de 2014

ARROGÂNCIA AMERICANA: Os Simpsons’ voltam ao Brasil para lutar contra a corrupção na Copa e fazem previsão: seremos vice-campeões


Homer e Bart no avião a caminho do Brasil em novo episódio dos "Simpsons"
Depois de toda a polêmica gerada por sua última aparição no Brasil - que envolveu até mesmo uma perseguição com macacos -, "Os Simpsons" voltaram ao país no episódio exibido nos Estados Unidos no último domingo (30). O blog assistiu ao desenho e avisa: pode ser que alguns espectadores mais sensíveis e patrióticos sigam ofendidos. Tudo começa assim: eleito por Lisa seu herói num evento do colégio, Homer torna-se um símbolo de honestidade. Sendo assim, cartolas da Copa do Mundo vão até o personagem pedindo para que ele vire árbitro do evento, uma vez que ele está tomado pela corrupção.



"Air Brasilia", a companhia aérea dos Simpsons na vinda para o Brasil: macacos na pintura
Sim, todo o episódio gira em torno do tal "jeitinho" que os organizadores tentam dar para que o Brasil vença a Copa. Tentando manter-se honesto, Homer é alvo de todo tipo de suborno. A ponto que cada torcedor no estádio tentar comprá-lo de alguma maneira durante uma partida. Por falar em estádio, a Arena Corinthians é mostrada na animação de Matt Groening. Veja abaixo:


A Arena Corinthians aparece na animação americana
Não faltam piadas sobre os hábitos do país, claro. Uma delas surge na pele de Marge, que tenta aprender nosso idioma a todo custo para evitar "mal entendidos como da última vez". Em outro momento, tentam subornar homer com um sanduíche de presunto fresco - detalhe: o porco está vivo amarrado a dois pães. Numa das propagandas exibidas num jogo de futebol, a ordem é para que os arruaceiros sigam para o Paraguai durante a Copa. Seria essa uma ironia sobre a proibição de protestos durante a competição?


Mensagem em português manda os "arruaceiros" irem para o Paraguai
Alguns cartões postais das capitais brasileiras são mostrados. Os personagens passam por Rio de Janeiro, Recife, São Paulo, Manaus e Brasília. Na capital paulista, dá para ver a catedral da Sé, o edifício Altino Arantes e a Ponte Estaiada. "Eu poderia viver tranquilamente no Brasil, se não fossem esses peixes que sobem pela privada", suspira Homer. Num dos jantares, vão à Figueira, restaurante conhecido por ter uma árvore no meio do salão.


A Catedral da Sé, o edifício Altino Arantes e a Ponte Estaiada surgem na animação
No campo, os jogadores brasileiros são espertos e fingem falta ao menor avanço do adversário. E, torcedores, "Os Simpsons" traz uma previsão: o Brasil vai, sim, para a final da Copa. Mas, como Homer não se rende ao suborno, nossa seleção é derrotada pela Alemanha por 2 x 0. Os narradores - um deles sustenta o "goooooooool" eternamente como Galvão Bueno - dizem que nunca viram a torcida tão deprimida. Tudo culpa do juiz honesto, claro.


O placar da final da Copa do Mundo. Seremos vice de novo jogando em casa?

Um dos jogadores da seleção finge pênalti no desenho
No final do episódio há tempo até mesmo para uma passada na Amazônia, que está sendo desmatada para dar lugar a uma lanchonete fast food do palhaço Krusty. Sabe o que ele pretende servir no sanduíche? Carne de macaco.


Homer na floresta: Amazônia está sendo desmatada para dar lugar a fast food
Resumo da ópera: o desenho americano dirige a maior parte de suas piadas à má fama de país corrupto que temos. Alguns podem até se ofender, mas que o episódio é engraçado, ah, isso é. Exibido pela Fox nos Estados Unidos, este segmento específico ainda não tem data para ir ao ar no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SUPERAÇÃO: Estudante com dislexia e paralisia cerebral se forma em história

Nem mesmo o diagnóstico de paralisia cerebral, a baixa visão e a limitação motora impediram que o jovem Luiz Garcia, 30 anos, realizasse o ...